Banca & Finanças Os braços-de-ferro entre Mário Centeno e Carlos Costa
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Os braços-de-ferro entre Mário Centeno e Carlos Costa

A questão da independência dos bancos centrais face ao poder político levou o Ministério das Finanças a pedir a Carlos Costa que se retractasse. O governador não o fez. Os diferendos entre ambos são antigos.
Os braços-de-ferro entre Mário Centeno e Carlos Costa
Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro 25 de setembro de 2017 às 23:15

Dívida do Novo Banco e resolução do Banif

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Já não Há Mentira que Pegue Há 3 semanas

Não existe Nenhum motivo, Nenhuma Razão para Votar num qualquer Partido que não seja o PS, Existe todas as Razões para Votar no Partido Socialista, Desde Logo para se tornar Independente do BE, já que o PSD não conta para Nada, se auto afastou de qualquer Solução Política.

Nunca defendeu Portugal Há 3 semanas

Nunca revelou na ação, e na atitude, ao serviço de Portugal, empenho em defender os interesses de Portugal, muito menos dos Portugueses, Sempre preocupado com os interesses dos Banqueiros, e sempre desprezando os interesses dos pequenos e médios clientes dos Bancos, Jogou na Política Partidária em p

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub