Empresas Os aviões fazem virar cabeças no Paris Air Show

Os aviões fazem virar cabeças no Paris Air Show

O salão internacional do sector aeronáutico abriu portas em Paris esta segunda-feira. Na placa do aeroporto de Le Bourget estão estacionadas as mais recentes "máquinas" do ar. E nem precisam de estar a voar para toda a gente querer fotografá-los.
Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios Miguel Baltazar/Negócios

O Paris Air Show levou a Paris as maiores e melhores máquinas da aviação mundial. Não são só aviões de passageiros, como o A380 ou o Boeing 787 Dreamliner 10. Também há muitos aviões executivos – inclusive os Falcon mais modernos, e variado equipamento militar, desde os célebres helicópteros Apache ao novíssimo F-35, sem esquecer os aviões multi-missão como o "português" KC-390 ou os drones de vigilância.

 

Desde o início da semana que a capital francesa tem sido assolada por uma onda de calor – esta terça-feira os termómetros registaram 37.º, mas isso não tem travado a afluência de aficionados da aviação ao recinto a norte de Paris. As máquinas fotográficas não disparam só para os aviões que estão no chão; é especialmente quando eles estão lá em cima que as cabeças olham para o céu e tentam apontar as objectivas para tirar a melhor fotografia.

 

Os mais concorridos são, sem dúvida, os caças, que anunciam que estão a voar de forma ensurdecedora. Mas são também esses os mais difíceis de fotografar…

 




pub