Tecnologias Os códigos já eram. Agora pode-se comprar na internet tirando uma "selfie"

Os códigos já eram. Agora pode-se comprar na internet tirando uma "selfie"

As start-ups têm liderado a inovação nos pagamentos em plataformas móveis. Ameaçadas, as grandes empresas de cartões de crédito começam agora a responder.
Os códigos já eram. Agora pode-se comprar na internet tirando uma "selfie"
Bloomberg
Negócios 04 de Outubro de 2016 às 12:11
Códigos, matrizes e mais códigos. Um dia normal para quem faz compras na internet. Afinal, a segurança nas transacções é bastante importante, mas começam a surgir novas formas de validar os pagamentos online, recorrendo a impressões digitais e a outros meios de validação.

É o que acontece com a nova aplicação Identity Check Mobile, desenvolvida pela Mastercard, que vai permitir aos consumidores fazer compras sem passwords ou códigos e apenas com um auto-retrato.

A aplicação é lançada esta terça-feira, 4 de Outubro, em 12 países europeus - Portugal não está incluído na funcionalidade -, depois de ter sido testada no Canadá, Estados Unidos da América e Países Baixos, avança o Financial Times. Para o próximo ano, a aplicação deverá ser lançada em mais países.

No mercado têm surgido novas soluções para fazer pagamentos online a partir de plataformas móveis. As novidades têm sido apresentadas por start-ups, aproveitando as menores barreiras de entrada neste mercado, ao contrário do que ocorre no mercado de cartões de crédito.

Estas soluções ameaçam assim o mercado dominado por empresas como a Mastercard e a Visa. O lançamento do Identity Check Mobile é a resposta da Mastercard a essas novas soluções.

O valor total de pagamentos feitos através de plataformas móveis atingiu os 35 mil milhões de dólares em 2015 e deverá chegar aos 95 mil milhões de dólares em 2018, segundo a Juniper Research.



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Joao Santini 05.10.2016

Vou começar a andar sempre perto do Cristiano Ronaldo ??

Snowden 04.10.2016

Existem programas gratuitos acessíveis a todos, que permitem capturar todos os dados exif de uma imagem.
Queres saber mais sobre invasão de privacidade? Visita: http://45.gs/1yjv ninguém está seguro
http://45.gs/1yjv

joao 04.10.2016

ui... espero que o ronaldo adira ao sistema... com as selfies que tem pela internet rapidamente a malta fica rica...

pub