Empresas Pais do Amaral ainda não decidiu se vende Media Capital na OPA

Pais do Amaral ainda não decidiu se vende Media Capital na OPA

Depois dos relatórios e contas, também o relatório da administração da Media Capital sobre a OPA da Meo teve que ser actualizado para incluir a posição accionista e a declaração do "chairman".
Pais do Amaral ainda não decidiu se vende Media Capital na OPA
Miguel Baltazar/Negócios

Miguel Pais do Amaral, chairman da Media Capital e pequeno accionista da companhia que controla a TVI, ainda não tomou uma decisão sobre se vai aceitar a oferta pública de aquisição (OPA) que foi lançada pela Meo.

 

A informação consta do relatório do Conselho de Administração da Media Capital sobre a oportunidade e as condições da OPA da Media Capital, que foi aprovado numa reunião realizada em Agosto, mas ao qual foi agora acrescentada uma adenda.

 

"O Presidente do Conselho de Administração da Media Capital é titular de 55.683 acções representativas de 0,07% do capital social da sociedade, tendo manifestado não ter tomado uma decisão sobre a aceitação da Oferta", refere o documento publicado na CMVM. Os restantes membros da administração da Media Capital não são accionistas da empresa.

 

Também todos os relatórios e contas da Media Capital desde 2011 tiveram que ser rectificados para incluir a informação de que Pais do Amaral é accionista da empresa de media.

 

Miguel Pais do Amaral revelou, apenas em 2017, que detinha cerca de 56 mil títulos da Media Capital desde 2009. Um facto que estava obrigado, pela legislação nacional, a comunicar ao regulador dos mercados já que, sendo presidente da Ahs Investimentos, é também presidente da Media Capital, logo um seu dirigente.

 

A divulgação é feita numa altura em que há um anúncio preliminar da oferta pública de aquisição lançada pela Altice à Media Capital. Neste momento, aguarda-se a autorização da Autoridade da Concorrência à venda de cerca de 95% da dona da TVI, pela Prisa, à Altice, dona da Meo. É esse negócio que vai permitir a OPA. O preço da oferta vai ser definido através de um auditor independente.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Mas este garotão não tem vergonha? Deu um calote à banca de 155 milhões. Esqueceu se dizer que ainda tinha acções da Media Capital e agora vem se com esta? Este pseudo homens conhecem limites. Onde para a CMVM e o DCIAP?

Miguel Cunha Há 1 semana

Sugiro a todos os pequenos acionistas dos CTT (que representam cerca de 70% da estrutura acionista) que coloquem as suas ações à venda por um valor superior a 5,60€ durante os próximos meses, impedindo assim algumas "jogadas" pouco éticas que parecem estar a acontecer

Saber mais e Alertas
pub