Turismo & Lazer Papa rende seis milhões a hotéis e restaurantes de Fátima

Papa rende seis milhões a hotéis e restaurantes de Fátima

A Associação Empresarial de Ourém fez as contas e chegou a conclusões na hotelaria e restauração. Pelo menos seis milhões de encaixe, sem contar com o comércio. A expectativa de novos recordes em 2017 é renovada.
Papa rende seis milhões a hotéis e restaurantes de Fátima
Bruno Simão
Negócios 13 de julho de 2017 às 09:36

A visita do Papa Francisco a Fátima, a 12 e 13 de Maio, rendeu aos hotéis e restaurantes locais quase seis milhões de euros. Os dados foram revelados esta quarta-feira, 12 de Julho, pela Associação Empresarial de Ourém (ACISO) e citados pelo Jornal de Notícias.

As contas resultam de um inquérito aos associados. O mesmo conclui que, entre 9 e 15 de Maio, a taxa de ocupação hoteleira em Fátima e Ourém registou uma subida de 7,51% face ao mesmo período de 2016, com vendas a rondar os 4,5 milhões de euros. Em média, cada quarto custou 92 euros.


Já na restauração, aplicando um preço médio de 15 euros por refeição a cada dormida, é estimada uma receita na ordem dos 1,5 milhões de euros, explicou ao Jornal de Notícias o assessor da direcção da ACISO, Pedro Mafra.


Por sua vez, e sem valores concretos, é referido um aumento médio de 53% no comércio.


É renovada assim a confiança de que este destino turístico poderá, pela primeira vez, ultrapassar a barreira de um milhão de dormidas este ano, após as 700 mil de 2016.




pub