Banca & Finanças Paris ganha sede da EBA também por sorteio

Paris ganha sede da EBA também por sorteio

A sede da EBA vai sair de Londres, no âmbito do Brexit, para Paris, depois de uma votação renhida, que ditou o desfecho do processo através de sorteio, tal como tinha acontecido com a agência do medicamento.
Paris ganha sede da EBA também por sorteio
reuters, bloomberg
Sara Antunes 20 de novembro de 2017 às 19:04

Os 27 estados-membros da União Europeia já decidiram para onde vai a sede da Autoridade Bancária Europeia (EBA, na sigla inglesa). Paris vai acolher esta agência, depois de ter disputado, numa votação final, a nova localização da EBA com Dublin. A última ronda de votações deu um novo empate entre as duas cidades, com 13 votos cada uma. Para desempatar, tal como aconteceu com a sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês), teve de ser realizar um sorteio.

 

Na primeira votação Paris conseguiu 34 pontos, seguida de Frankfurt, com 32, e de Dublin, com 28 votos.

 

Entretanto, na segunda votação Frankfurt foi eliminada, depois de conseguir apenas quatro votos, contra 13 de Dublin e 10 de Paris.

 

Na terceira e última ronda de votações, Paris e Dublin conquistaram 13 votos cada, segundo a Lusa, o que significa que, à semelhança do que aconteceu com a EMA, houve algum país que não votou.

A discussão em torno das sedes europeias começou com a vitória do "sim" no referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, conhecido como Brexit. 


 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub