Imobiliário Parque de retalho Focus em Gaia vendido aos belgas da Mitiska

Parque de retalho Focus em Gaia vendido aos belgas da Mitiska

Mais um negócio no sector do retalho. O Focus Retail Park, em Gaia, mudou de mãos. O valor não foi divulgado.
Parque de retalho Focus em Gaia vendido aos belgas da Mitiska
Alexandra Machado 29 de janeiro de 2018 às 15:01
O recorde com as vendas de centros comerciais e parques de retalho já tinha sido ultrapassado este ano. Mas 2018 está, mesmo, a ser um ano de muitos negócios neste segmento.

Numa semana foi anunciada a venda à Axa do Doce Vita Tejo (220 milhões), a venda à Immochan  do Sintra Retail Park, do Forum Sintra e do Forum Montijo (por 400 milhões), da venda do Almada Forum à Merlin (o valor não foi revelado, mas a avaliação do centro estava nos 450 milhões). Já esta segunda-feira, a Sonae Sierra comunicado a venda do AlbufeiraShopping e do Centro Comercial Continente de Portimão à Square Asset Management. 

E agora a espanhola Temprano, criada por Neil Jones e James Preston, anuncia também a venda do Focus Park, parque de retalho em Vila Nova de Gaia, à belga Mitiska Reim, que já tinha adquirido um parque em Coimbra.

O Focus Park tem 8.400 metros quadrados, albergando um hipermercado Jumbo.

A Temprano comprou este activo em 2015. E, em comunicado, assegura que desde então renegociou vendas, arrendou lojas que estavam vazias, e garantiu uma licença para a expansão do centro. 

E se, quando adquiriu, 70% das receitas associadas estavam concentradas no Jumbo, agora há menor concentração, até porque, diz a empresa, a ocupação do centro é de 100%.

A Temprano alienou este activo mas assegura no comunicado em que revela a venda – cujo valor não foi divulgado – que continua "à procura de novas oportunidades em Espanha e Portugal".

A empresa actua em três segmentos de negócio: retalho, residências para estudantes e habitação de alto nível.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub