Empresas Pedro Marques: Poupanças com PPP são cerca de um quarto do valor propagandeado

Pedro Marques: Poupanças com PPP são cerca de um quarto do valor propagandeado

O Governo quer concluir este ano uma análise extensiva às renegociações das PPP rodoviárias, levadas a cabo pelo anterior Executivo, para verificar "a real redução de encargos líquidos" para o erário público, declarou o ministro do Planeamento e das Infra-estruturas.
Pedro Marques: Poupanças com PPP são cerca de um quarto do valor propagandeado
Paulo Duarte/Negócios
Lusa 26 de fevereiro de 2016 às 00:36

O ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, afirmou na quinta-feira no parlamento que as poupanças alcançadas com a renegociação de nove Parcerias Público Privadas (PPP) rodoviárias "são cerca de um quatro do valor propagandeado".

 

"Das nove PPP que o Governo anterior concluiu a renegociação, as poupanças são cerca de um quarto do que andaram a propagandear", afirmou o governante, na audição conjunta da Comissão de Orçamento e Finanças com a Comissão de Economia e Obras Públicas.

 

Em resposta ao deputado do CDS-PP Hélder Amaral, Pedro Marques realçou que, "nas contas do Governo, as poupanças chegavam a brilhantes resultados de 2.500 milhões de euros, mas que na verdade são de 700 milhões de euros".

 

"E isto porque não chegamos à fase final da vida dos contratos", acrescentou, lembrando que só nessa altura será possível atestar o valor das grandes reparações nas vias, que no âmbito da renegociação dos contratos passaram a ser responsabilidade do Estado.

 

Já antes Pedro Marques tinha afirmado que a renegociação das PPP rodoviárias não terá a poupança "propagandeada" pelo Governo anterior. Aliás, o Governo quer concluir este ano uma análise extensiva às renegociações das PPP rodoviárias, levadas a cabo pelo anterior Executivo, para verificar "a real redução de encargos líquidos" para o erário público, declarou. 


A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
objectivo Há 2 semanas

Este boy não tem vergonha na cara. Quem fez os contratos ruinosos das PPP foi o PS e por isso se o seu partido não tivesse feito negócios ruinosos para o estado, eles não precisariam de ser renegociados.
Resumindo o PS faz a asneira e critica quem conseguiu reduzir a asneira.

Anónimo 26.02.2016

Para fazer a káka da TAP, val mais estar quieto.

Anónimo 26.02.2016

O Governo de Costa queixa-se que o governo de Passos só conseguiu reduzir 25% dos custos das PPP's ruinosas assinadas pelo Governo PS de Sócrates e... Costa, que este ano já levaram ao aumento de 423 milhões em compensações. É só rir...

Telmo 26.02.2016

A propaganda,a mentira e o roubo foi do governo de Passos agora não passem o tempo a acusa-lo mas mudem as coisas para a verdade, honestidade competência e criação de riqueza.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub