Empresas Periquita "solta" a nova imagem

Periquita "solta" a nova imagem

A marca de vinhos de mesa mais antiga de Portugal fez um "rebranding" para se afirmar como "símbolo da Portugalidade, autêntico e real". Os enólogos adaptaram o "estilo do vinho" à estética renovada.
Periquita "solta" a nova imagem
António Larguesa 15 de Maio de 2012 às 18:52
A nova imagem da marca, acabada de lançar no mercado, recuperou “alguns elementos visuais” presentes nos rótulos mais antigos deste vinho, cuja marca foi registada em 1941. Além disso, reforçou o arco característico do logótipo, agora “acompanhado de forma elegante pelo formato do rótulo”, divulgou a empresa num comunicado enviado ao Negócios.

No âmbito desta operação, concretizada pelas agências nacionais Once Upon a Brand e GBNT, a José Maria da Fonseca (JMF), proprietária da marca, quis “actualizar o estilo e a linguagem”, oferecendo aos consumidores uma viagem virtual às caves da empresa através da leitura do código QR (disponível em “smart phones”) presente no contra-rótulo de todas as garrafas do Periquita.

Outra mudança é na designação do Periquita tinto, que passa a Original, explicando a empresa esta mudança pelo facto de este ter sido “o primeiro vinho de mesa a ser engarrafado em Portugal e também o primeiro de todos os vinhos que fazem parte da família da marca”. Este vinho da região da Península de Setúbal é já vendido em 50 mercados externos.

Citado no mesmo comunicado, António Soares Franco, administrador da JMF, considerou este relançamento como “fundamental para o futuro da marca Periquita e da empresa”, uma vez que reforça o posicionamento como “símbolo da Portugalidade” e dá “razões adicionais aos consumidores para se relacionarem com esta marca tão importante para a História do vinho em Portugal”.

A par da mudança na imagem, agora “mais apelativa aos consumidores actuais”, Soares Franco destacou também a “adaptação” feita pelos enólogos ao estilo do vinho, que procurou “recuperar algumas das características históricas desta marca”.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 15.05.2012

...já "boía" um copito, ik !, mas não tenho smartphone !, ik !
Agora a sério : Parabéns á JMF pela nova garrafa, bom sucesso comercial exportador. Por cá toca a apanhar bebedeiras tintas, brancas ou cortadas mas só em Português, sigam o exemplo do Tinto da Costa, carago ! Caragem na crise !
É pá,.... quem é que me gamou daqui a garrafa !

pub