Turismo & Lazer Pestana investe dois milhões em segunda pousada em Óbidos

Pestana investe dois milhões em segunda pousada em Óbidos

A abertura da nova unidade está prevista até ao final de 2018. O grupo hoteleiro recupera, com este investimento, o antigo hospital da Misericórdia de Óbidos.
Pestana investe dois milhões em segunda pousada em Óbidos
Bruno Simão
Wilson Ledo 02 de agosto de 2017 às 18:03

O grupo Pestana vai triplicar a sua capacidade em Óbidos com a criação de uma segunda Pousada de Portugal, onde vai investir dois milhões de euros.

O novo projecto, designado Pousada da Vila de Óbidos, contará com dois núcleos. O primeiro resulta de um acordo com a Santa Casa da Misericórdia de Óbidos, que arrenda o seu antigo hospital. Aí nascerão 17 quartos.


Em complemento, a Enatur – empresa responsável pela marca Pousadas de Portugal, detida em 51% pelo Turismo de Portugal e 49% pelo grupo Pestana – já lançou o concurso público para as obras que vão recuperar o segundo núcleo, a antiga Estalagem do Lidador, que contará com 11 quartos.


A oferta do grupo hoteleiro em Óbidos passa dos 17 para os 47 quartos até ao final de 2018, tendo em conta que serão adicionados dois quartos à actual Pousada do Castelo, já complementada pela Casa da Alcáçova.


O protocolo assinado com a Santa Casa da Misericórdia de Óbidos prevê uma parceria de 30 anos, com possibilidade de renovação, onde o grupo hoteleiro que tem José Theotónio como CEO (na foto) paga uma renda mensal de dois mil euros por um espaço com cerca de mil metros quadrados.


Luís Castanheira Lopes, presidente das Pousadas de Portugal, lembrou que a Pousada do Castelo em Óbidos é a mais antiga da marca – que este ano celebra 75 anos - e também aquela que regista maior taxa de ocupação, de 80%.


"A Pousada converteu-se num factor de reabilitação urbana da vila de Óbidos", defendeu, informando que as obras arrancam na próxima semana, a 8 de Agosto, no antigo hospital.


Quando o novo projecto abrir portas em 2018, serão criados 15 postos de trabalho, que se juntam aos 24 actuais. Castanheira Lopes admite que, em épocas de menor procura, poderá ser necessário reduzir o número previsto no reforço.

Óbidos conta com a maior taxa de ocupação da zona Centro de Portugal e é também a área onde o retorno hoteleiro obtido por cada quarto é mais acentuado: 40 euros, face aos 27 da região.


O grupo Pestana explora as Pousadas de Portugal desde 2003, integrando a Enatur. A rede conta com 33 pousadas, contabilizando já o fecho da Pousada do Desagravo em Julho passado, 650 colaboradores e registou 200 mil dormidas no ano passado.


(Notícia em actualização)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub