Turismo & Lazer Pine Cliffs vai contratar 200 pessoas no Algarve

Pine Cliffs vai contratar 200 pessoas no Algarve

Recepcionistas, gestores de reservas, cozinheiros, chefes de sala ou empregados de mesa são apenas algumas das propostas de emprego que o resort de luxo tem em aberto.
Pine Cliffs vai contratar 200 pessoas no Algarve
Wilson Ledo 11 de janeiro de 2017 às 15:53

O resort Pine Cliffs, no Algarve, prepara-se para recrutar 200 trabalhadores. A informação foi avançada esta quarta-feira, 10 de Janeiro, pela unidade que pertence à rede Luxury Collection Resort.

O antigo Sheraton Algarve tem assim oportunidades disponíveis para as áreas de alojamento, alimentação e bebidas, saúde e bem-estar.


Recepcionistas, gestores de reservas, cozinheiros, chefes de cozinha, chefes de sala, empregados de mesa, cabeleireiros ou monitor de piscinas são algumas das vagas concretas.


O processo de recrutamento tem lugar no dia 19 de Janeiro no próprio resort, devendo os candidatos enviar antes a sua candidatura através do email 00199HR@Starwoodhotels.com. Os pré-seleccionados receberão convite nesse sentido.


"Todos os profissionais admitidos passarão por um intenso programa de formação com um passaporte que lhe permite aceder a um mundo de oportunidades de carreira na maior e melhor cadeia hoteleira", a Marriott International, assegura a unidade.


O Pine Cliffs conta com três hotéis de luxo: o Pine Cliffs Hotel, o Pine Cliffs Residence e o Pine Cliffs Residences e o Pine Cliffs Ocean Suites. Na sua oferta gastronómica contabilizam-se 12 restaurantes e bares.


O resort é detido pela United Investments Portugal, liderada por Carlos Leal. Recentemente, a empresa aplicou 20 milhões de euros na remodelação do Hotel e na abertura das Ocean Suites.


Na última edição dos World Travel Awards, considerados os "Óscares do Turismo", o Pine Cliffs foi distinguido como o melhor resort familiar.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 11.01.2017

E so para brasucas e africanos porque os Por(tugas) que vivem em Portugal nao gostam de fazer nada. Querem e receber o Redimemto minimo garantido.

Mr.Tuga 11.01.2017

Infelizmente é nisto que tugaLÂndia está a tornar: um enorme hotel e a cria empregos de mierda para brasucas e africanos...

pub