Aviação Plano estratégico e sustentabilidade da TAP são prioridades da nova administração

Plano estratégico e sustentabilidade da TAP são prioridades da nova administração

Numa mensagem aos trabalhadores no primeiro dia de mandato, chairman e CEO da TAP assumem ainda a missão de implementar um modelo de governance corporativo seguindo as melhores práticas.
Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar Miguel Baltazar
Miguel Baltazar - Fotografia
Negócios 01 de fevereiro de 2018 às 12:02

No primeiro dia de mandato, após a eleição dos órgãos sociais da TAP até 2020 que teve lugar quarta-feira, Miguel Frasquilho e Antonoaldo Neves, respectivamente chairman e CEO da companhia, enviaram um email aos trabalhadores onde assumem as suas prioridades. Na mensagem, assinalam que, com a aprovação dos órgãos sociais em assembleia geral, "inicia-se um novo ciclo na TAP".


"Neste mandato que agora se inicia, uma das missões é a de continuar a implementar um modelo de governance corporativo à imagem das melhores práticas globais", afirmam no email assinado por ambos.

Sublinham ainda que "a implementação do plano estratégico definido na privatização será uma das prioridades da actuação deste conselho de administração, bem como a garantia da sustentabilidade da empresa face a todos os desafios que se nos colocam e a todas as oportunidades que nos encorajam para continuarmos a servir o nosso País".

Na mensagem, salientam ainda aos trabalhadores que "naturalmente, será necessário o contributo de todos", dizendo que contam com a sua dedicação e profissionalismo, "da mesma forma que poderão contar com todo o conselho de administração".


Fernando Pinto, na TAP há 17 anos, deixou esta quinta-feira a liderança executiva da companhia aérea, tendo Antonoaldo Neves sido escolhido para seu sucessor.

Na comissão executiva da transportadora mantém-se David Pedrosa, filho de Humberto Pedrosa, e entra Raffael Guaritá Quintas, que foi director financeiro da companhia brasileira Azul.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Esta gentalha rasca direitalha que aqui comenta e falam do que não sabem, mostram bem como são burros e ignorantes!

Anónimo Há 3 semanas

Frasquilho mostra os dentes porque apesar da fraude fiscal que cometeu tem as Costas quentes. è um crime o estado apoiar a nomeação deste tipo que intencionalmente quis ocultar os valores recebidos e provavelmente nem pagou impostos. O meia branca e o super juiz nada fazem?

Mr.Tuga Há 3 semanas

Grande frasQuinho !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pareces o Lula da Silva tuguês....

É mesmo caso para rires!!!!!!!!!!!!!!!
Só neste sitio de TRAMPA um individuo suspeito de receber guita de SACO AZUL do insuspeito BES, é premiado com tacho prioncipesco!
Parabéns!
Estás ao nível cá da pocilga!

Saber mais e Alertas
pub