Banca & Finanças Popular regista os piores resultados da sua história. Santander faz proposta a investidores

Popular regista os piores resultados da sua história. Santander faz proposta a investidores

O Banco Popular fechou o primeiro semestre com prejuízos de superiores a 12 mil milhões de euros, o que corresponde aos piores resultados da sua história. No mesmo dia em que foram conhecidos os resultados semestrais, soube-se que o Santander avançou com uma proposta para os minoritários do Popular.
Popular regista os piores resultados da sua história. Santander faz proposta a investidores
Bloomberg
Sara Antunes 12 de setembro de 2017 às 16:13

O Banco Popular terminou o primeiro semestre deste ano com um prejuízo de 12.218 milhões de euros, de acordo com os dados trimestrais do sector financeiros divulgados pela Asociación Española de Banca (AEB) e citados pela imprensa espanhola.

 

Este resultado foi o pior de sempre na história do Banco Popular, segundo o Cinco Días. O banco foi entretanto intervencionado e posteriormente o Banco Santander chegou a acordo para comprar a instituição pelo preço simbólico de um euro.

O jornal espanhol adianta que o Banco Popular terminou o mês de Junho com 52,9 mil milhões de euros em depósitos, o que compara com os 57,6 mil milhões de euros registados em Maio. Quando analisados os dados do início do ano, o Popular perdeu mais de 22% dos depósitos, ou seja, 15,3 mil milhões de euros.

 

Santander oferece títulos de dívida em troca de renúncia de acções legais

 

O Santander, que acordou a compra do Popular, avançou com uma emissão de títulos de dívida, no montante total de 981 milhões de euros, segundo o Expansíon. Estas obrigações serão dadas aos investidores que participaram no aumento de capital do Banco Popular em 2016 e que são detentores de dívida subordinada.

 

Mas há uma condição para que estes investidores recebam estes títulos: terão de renunciar a acções ou reclamações legais contra o Santander, o Popular ou outras filiais.

 

Estes títulos oferecem uma taxa de juro anual de 1% durante os primeiros sete anos. E apesar das obrigações serem perpétuas, o Santander deixa a possibilidade de os investidores as amortizarem, explica o mesmo jornal.

O Santander revelou ainda que esta oferta arranca esta quarta-feira, 13 de Setembro, e termina no dia 7 de Dezembro.

Popular Portugal lucra menos 29% 

O Banco Popular Portugal obteve um lucro individual de 6,99 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, o que representa uma redução de 29% face a igual período do ano passado. Os dados constam do balanço individual da instituição que foi anexado ao projecto de fusão com o Santander Totta.

Em termos de actividade, o crédito cresceu 6,85%, para 5.959 milhões, enquanto os recursos de clientes no balanço avançaram 15% para 4.823 milhões.

De acordo com o projecto de fusão dos dois bancos, os activos e passivos do Popular vão ser integrados no Santander Totta pelo seu valor de balanço. No final de Junho, o valor contabilístico do banco era de 772 milhões. MJG




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Johnny 12.09.2017

eu ganho 600€/mês mas é so biliões a voar práqui, triliões a voar prácolá....
de onde será que veio tanta massa....

Saber mais e Alertas
pub