Automóvel Porsche é a marca que mais cresce. Volkswagen é a única entre as grandes que cai

Porsche é a marca que mais cresce. Volkswagen é a única entre as grandes que cai

As vendas de carros continuam a aumentar em Portugal, com as marcas de luxo em destaque. Entre as que mais vendem, a Porsche lidera o crescimento, enquanto a Volkswagen foi a única grande marca que viu as suas vendas diminuírem.
Porsche é a marca que mais cresce. Volkswagen é a única entre as grandes que cai
Sara Antunes 02 de agosto de 2017 às 17:55

Nos primeiros sete meses do ano foram vendidos 144.730 veículos ligeiros em Portugal, mais 7,8% do que há um ano, de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira, 2 de Agosto, pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

 

As marcas de luxo continuam em destaque, com a Porsche a liderar o crescimento. O aumento é de 80,8% este ano, tendo sido vendidos no país 132 veículos. O crescimento da Porsche em Julho foi ainda mais expressivo, com as vendas a mais do que duplicarem para 18 unidades.

Há outras marcas com crescimentos mais acentuados, mas o número de carros vendidos é tão reduzido que não é comparável. Caso disso é a Bentley, que vendeu seis veículos, o que corresponde a um aumento de 200%. A Aston também cresceu 80%, mas com nove carros vendidos nos primeiros sete meses do ano. Na comparação homóloga tendo em conta apenas o mês de Julho a Porsche é a que mais cresce.

 

A marca que mais carros vendeu foi a Renault, que com 20.669 veículos lidera o mercado, aumentando para 14,28% a sua quota.

 

Em segundo lugar surge a Peugeot, com 9,52% do mercado, ou seja, 13.775 veículos.

 

E a completar o pódio está a Volkswagen, com 10.775 carros, menos 3,5% do que nos primeiros sete meses do ano passado. Esta é assim a única entre as grandes marcas que viu as suas vendas caírem ao longo deste ano. Próxima do pódio está agora a Mercedes-Benz, que vendeu 10.362 veículos no mesmo período, mais 6% do que há um ano.




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga Há 2 semanas

Pudera!
Com tanto chinoca dos "Vistos Gold" a LAVAR MAIS BRANCO que a "5aSec" e com as centenas de chutadeiros de boila sul americanados das Xads futebolieras de tugalândia a pagar salários das Arabias....

António Há 2 semanas

Enquanto uns procuram pelo trabalho ganhar para comer, outros vivem da esperteza de saber enganar os outros, com a conivência das leis.
Cada vez maior o fosso entre classes sociais, Portugal e mundo.
Ditadura disfarçada em democracia.

A lei a favor da máfia Há 2 semanas

Foi por isso que retiraram as notas de 500 da circulação, pois são a melhor maneira de guardar o dinheiro negro em casa. Cambada de criminosos.

Anónimo Há 2 semanas

Por este tipo de noticia se comprova o que eu dinheiro a muito trabalha-se é no sitio errado.
Portanto o segredo e estar no sitio certo.
Não é preciso canudos nem queimar as pestanas a maluca nem trabalhar de sol a sol como um escravo porque se isso fosse sinonimo de riqueza os Portugueses eram ricos.

ver mais comentários
pub