Transportes Portagens na Vasco da Gama e 25 de Abril aumentam entre 5 e 15 cêntimos

Portagens na Vasco da Gama e 25 de Abril aumentam entre 5 e 15 cêntimos

O Governo anunciou esta quarta-feira os aumentos nas portagens a partir de 1 de Janeiro de 2017. A actualização abrange 22% das taxas aplicadas e, na classe 1, pode oscilar entre cinco e dez cêntimos.
Portagens na Vasco da Gama e 25 de Abril aumentam entre 5 e 15 cêntimos
Bruno Simão
Paulo Zacarias Gomes 28 de dezembro de 2016 às 19:14
Passar nas duas pontes sobre o Tejo em Lisboa vai ficar mais caro a partir de 1 de Janeiro. De acordo com o Ministério do Planeamento e Infra-estruturas, a revisão anual do valor das portagens vai levar a que os veículos de classe 1 que passam em ambas as pontes (25 de Abril e Vasco da Gama) passem a pagar mais cinco cêntimos. O valor dos aumentos estende-se até aos 15 cêntimos, variação a aplicar aos veículos de classe 4 e, neste caso, apenas na ponte Vasco da Gama.

Assim, no caso da 25 de Abril um veículo de classe 1 passa a pagar 1,75 euros de portagem, enquanto na Vasco da Gama pagará 2,75 euros. O aumento aplicado aos veículos de classe 4 na Vasco da Gama resultará num preço de 11,85 euros a pagar pelo condutor.

Estas alterações resultam da revisão anual constante do contrato de concessão assinado com a Lusoponte.

Por outro lado, segundo o comunicado enviado às redacções, é também feita a actualização prevista nos contratos de concessão das auto-estradas, que todos os anos são revistos de acordo com a inflação.

O Governo argumenta que a actualização chega a 22% das taxas aplicadas, sendo de "apenas" cinco cêntimos na generalidade das taxas de classe 1 e de dez cêntimos "num número reduzido de situações", ficando 78% das taxas inalteradas. 

Assim, das 1000 taxas de portagem existentes nas várias concessões em causa, 780 não serão alteradas e 220 sofrerão actualizações de preços.

Nas concessões da Brisa é onde se verifica um maior número de alterações de taxas - das 364, menos de um terço, 105, vão ganhar novos preços no ano que vem. Das 300 taxas nas concessões Norte Litoral, Grande Porto, Costa de Prata, Interior Norte, Beira Litoral e Alta, Beira Interior e Algarve, serão actualizadas 64.

O menor número de alterações (nove em cada uma) acontece nas concessões Douro Litoral, Litoral Centro e Oeste.




(Notícia actualizada às 19:29 com mais informação)



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 08.01.2017

?????????? ????? ?????? ?? ?????? ????? ???????, ??????????? ??????? ???????? ????????????? ???????????? ????????? ????????? ????????????? ???????? ? ??????????? ????????????, ???????????? ????? ?????? ??????, ??? ?????????????? ???? ? ????? ?????????? ? ?????? ??????? ??????. ? ?????, ?????? ???? ?

Filipe 29.12.2016

Se não aumentasse é que era de admirar

Ricky 29.12.2016

Sao mais de 13 euros/ano ! Pelo menos 2 almocos a menos, tudo em prol de uma empresa que regista anualmente varios milhoes de lucro ! E o pior e que teimam em nao fazer as devidas obras para terminar a fila diaria de 13km na A2 ! Vergonha !

Anónimo 28.12.2016

Carrega geringonça!

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub