Transportes Portos com a “melhor marca de sempre” no primeiro trimestre

Portos com a “melhor marca de sempre” no primeiro trimestre

O porto de Sines continua a liderar, sendo responsável mais de metade do total do movimento portuário nos primeiros três meses do ano.
Portos com a “melhor marca de sempre” no primeiro trimestre
Bruno Simão
Sara Antunes 10 de maio de 2017 às 11:02

O volume de tráfego portuário aumentou, no primeiro trimestre, 12,9% para um total de 24,6 milhões de toneladas, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Esta é "a melhor marca de sempre", revela a Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) num relatório publicado esta quarta-feira, 10 de Maio.

 

Sines continua em destaque, já que é responsável por 55% do movimento total dos portos em Portugal. Ainda assim, foi este o único porto a registar uma queda no quota de mercado (-1,9 pontos percentuais). "Em contrapartida, os portos de Leixões, Aveiro, Figueira da Foz, Lisboa e Setúbal registaram ganhos ligeiros, fixando, respectivamente, as suas quotas em 18,9%, 5%, 2%, 11,6% e 7,1%", adianta a mesma fonte.

 

Os dados divulgados revelam ainda que houve 2.623 escalas de navios nos portos portugueses no primeiro trimestre, mais 2,6% do que em 2016. O maior aumento foi verificado em Aveiro (11,7%) e na Figueira da Foz (8,2%). Nas quedas, Faro (-76,5%) e Viana dos Castelo (-13,6%) destacaram-se.

 

"A carga embarcada, que inclui a carga de exportação, atingiu nos primeiros três meses do ano um volume superior a 10,1 milhões de toneladas, ultrapassando em 14,5% o registo verificado no período homólogo, constituindo assim o valor mais elevado de sempre", adianta a mesma fonte.


"Quanto ao volume de carga desembarcada, na qual as ‘importações’ representam em regra mais de 90%, registou um aumento de 11,9%, face ao valor observado no mesmo período de 2016, atingindo cerca de 14,4 milhões de toneladas, o valor mais elevado de sempre", acrescenta a AMT.

(Correcção: O porto de Sines registou uma queda da quota de mercado e não no movimento)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
TinyTino 10.05.2017

Que chatice. Os acordos com os sindicatos dos estivadores a dar frutos. Dir-se-ia que é melhor negociar do que fazer finca pé.

pub