Imobiliário Portugal ganhou 153 novas lojas até Junho

Portugal ganhou 153 novas lojas até Junho

Numa altura em que os centros comerciais se destacam, o comércio de rua continua a afirmar-se. Os restaurantes continuam a dominar, representando metade das aberturas.
Portugal ganhou 153 novas lojas até Junho
Bloomberg
Wilson Ledo 24 de julho de 2017 às 12:28

Portugal fechou o primeiro semestre de 2017 com 153 aberturas no sector do retalho. Os dados divulgados esta segunda-feira, 24 de Julho, são da consultora imobiliária Worx.

Das 153 aberturas, quase metade dizem respeito ao sector da restauração. Um dos exemplos referidos é o restaurante JNCQuoi na Avenida da Liberdade, em Lisboa, da responsabilidade de Paula Amorim, presidente do conselho de administração da Galp.


Se, em Lisboa, localizações como Avenida da Liberdade, Chiado, Cais do Sodré, Campo de Ourique ou Príncipe Real já se afirmaram, a área das Avenidas Novas também está em crescimento. Isto devido à requalificação do eixo do Saldanha, que "vem contribuir para o incentivo a um maior tráfego pedonal", justifica a Worx.


As rendas no comércio de rua em Lisboa continuam a subir, para os 120 euros por metro quadrado, mais do dobro que no Porto, onde o indicador se mantém nos 50 euros.


Na segunda metade de 2017 devem abrir três centros comerciais, com destaque para a ligação entre o Mar Shopping e do Designer Outlet Algarve, os dois em continuidade do Ikea de Loulé e com a assinatura da ROS Retail Outlet Shopping, com sede na Áustria. A terceira abertura é do Évora Shopping nesta cidade alentejana.


Até Junho foram vendidos cinco centros comerciais por 390 milhões de euros: Albufeira Retail Park, Forum Coimbra, Forum Viseu, Portimão Retail Center e Vila do Conde Style Outlet.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Muito bom 24.07.2017

O Diabo perdeu as botas? ahahahahahaah Força Portugal

Anónimo 24.07.2017

Com redacções deste (des)nível, sinto-me parte integrante do grupo que necessita de desenhos!...

pub
pub
pub
pub