Turismo & Lazer Portugal vai ter 80 novos hotéis nos próximos dois anos

Portugal vai ter 80 novos hotéis nos próximos dois anos

O ministro da Economia revelou no Parlamento que estão actualmente em construção 80 hotéis, cuja abertura vai ser gradual em 2018 e 2019.
Portugal vai ter 80 novos hotéis nos próximos dois anos
Inês Lourenço
André Cabrita-Mendes 13 de novembro de 2017 às 18:50
Portugal vai ganhar 80 novos hotéis nos próximos dois anos. A revelação foi feita pelo ministro da Economia, que considera que este é um sinal de que o turismo nacional vive um bom momento.

"Neste momento estão em construção cerca de 80 hotéis para abertura nos próximos dois anos", disse Manuel Caldeira Cabral esta segunda-feira, 13 de Novembro, no Parlamento.

Tal como o Negócios já tinha escrito, estão previstos só para o próximo ano um total de 44 aberturas, sendo 40% na região de Lisboa (18 hotéis previstos). O ritmo de inaugurações anual está assim em cerca de 40 unidades. Já em 2017 deverá registar o arranque de 37 hotéis.


O ministro também apontou que as linhas de financiamento para o sector lançadas pelo Governo permitiram a requalificação de 200 hotéis.

"Houve obras de requalificação e melhoramento, quer com base nestas linhas quer com base em fundos estruturais, em mais de 200 unidades hoteleiras, fazendo assim que se esteja a verificar um crescimento sustentado ao nível do investimento", afirmou.

O Governo pretende lançar no próximo ano uma linha de 50 milhões para captar para Portugal filmagens e grandes eventos, conforme o Negócios avançou em primeira mão a 9 de Novembro.

Sobre esta linha, Manuel Caldeira Cabral considera que esta linha vai ter uma "grande importância para o turismo e para a capacidade de promoção do país".

O objectivo é que ajude a atrair investimentos nestas áreas, pois "têm um enorme retorno". Esta linha vai servir para atrair grandes eventos, grandes congressos, ou filmes para mercados onde queremos promover o país. O retorno para a sociedade portuguesa é muito grande", garantiu.



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga Há 1 semana

E este asno de ministro todo contente porque cá a POCILGA PESTILENTA da Europa está a virar um ENORME HOTEL!
Não existe mais NADA! Apenas hotel, hostel, residencial, pensão, albergue, alojamento local...
Cá a POCILGA vai virar empregador de sopeiras, empregados de mesa e concierges....
Que visão!

General Ciresp Há 1 semana

Olha pa nao sera melhor falares da doenca,visto q o respectivo ministro anda a meter-se no teu trabalho.Dizia alguem a semana passada no 360:gerigonca MACABRA,que nem uma luva.

Anónimo Há 1 semana

Aproveitem , que os TUGAS MAIS tarde pagam essas MORDOMIAS .... 50 campos de golf no ALGARVE com os portugueses a ter problemas de água NAS POVOAÇÕES NO INTERIOR DE PORTUGAL , o gado sem água , pastorio em falta por falta de chuva ..".boa gente" que abrem HOTEIS TODOS OS DIAS .....

surpreso Há 1 semana

São urgentes,antes que venha o próximo resgate

pub