Produtividade e Inovação Português António Campinos vai ser o presidente do Instituto Europeu de Patentes

Português António Campinos vai ser o presidente do Instituto Europeu de Patentes

O português António Campinos vai ser o próximo presidente do Instituto Europeu de Patentes, sucedendo a Benoît Battistelli. O mandato de Campinos começa a 1 de Julho de 2018 e prolonga-se por cinco anos.
Português António Campinos vai ser o presidente do Instituto Europeu de Patentes
Marta Poppe/Jornal de Negócios
Ana Laranjeiro 11 de outubro de 2017 às 15:13

O português António Campinos foi eleito pelo Conselho de Administração da Organização Europeia de Patentes para ser o próximo presidente do Instituto Europeu de Patentes, sucedendo a Benoît Battistelli. O mandato do português começa a 1 de Julho do próximo ano e prolonga-se durante cinco anos, de acordo com o comunicado enviado às redacções.

"António Campinos é actualmente o director executivo do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO). Em Portugal foi presidente do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), tendo assumido a representação portuguesa no conselho de administração da Organização Europeia de Patentes ao longo de vários anos", refere o comunicado.


Benoît Battistelli, em comunicado, refere que a eleição de António Campinos "
reflecte a sua competência e a experiência impressionante que acumulou na área de propriedade intelectual".

"É também uma vitória da Europa na sua diversidade. É a primeira vez que o Instituto Europeu de Patentes terá como presidente um nacional da Europa do Sul. Este resultado decisivo é a prova do amadurecimento da Organização Europeia de Patentes, que tem garantido a implementação de uma governança sólida como tem assegurado a liderança nas tomadas de decisão que levam à inovação europeia", acrescentou. 




pub