Start-ups Portuguesa Unbabel captou investimento de 23 milhões de dólares

Portuguesa Unbabel captou investimento de 23 milhões de dólares

A start-up portuguesa levantou uma ronda de financiamento de série B, no valor de 23 milhões de dólares, junto nomeadamente de investidores internacionais. A empresa utiliza a inteligência artificial para a tradução de conteúdos.
Portuguesa Unbabel captou investimento de 23 milhões de dólares
Direitos Reservados
Ana Laranjeiro 11 de janeiro de 2018 às 08:45

A Unbabel, uma start-up portuguesa que opera na área da tradução com recurso a inteligência artificial, angariou uma ronda de financiamento, série B, no valor de 23 milhões de dólares, mais de 19 milhões de euros.

Entre os investidores desta ronda, refere a empresa em comunicado enviado às redacções, estão a Scale Venture Partners, a Notion, a Microsoft Ventures, a Salesforce Ventures, a Samsung Next, mas também a Caixa Capital e a Funders Club.

Este investimento, que supera a fasquia dos 20 milhões de dólares, vai ser usado na expansão internacional e no desenvolvimento de produto, segundo a mesma fonte. A start-up defende que a língua "é o último desafio a vencer" por parte das empresas que queiram escalar as suas operações a nível global. Daí que, a empresa tenha captado esta ronda de financiamento "para responder à procura daquela que é a solução para este desafio: levar a sua combinação de machine-learning e tradução de qualidade feita por humanos ainda a mais empresas e a mais países".

Vasco Pedro, CEO da Unbabel (a primeira pessoa na foto, da esquerda para a direita), conta que "começámos esta empresa com a ambição de alcançar os 70% de utilizadores da internet que não falam inglês, nem mesmo como segunda língua". "No entanto, a procura das marcas globais por uma solução que lhes permita dar apoio aos seus clientes na sua língua nativa cresceu tão rapidamente que a Unbabel precisa agora de dar este passo de crescimento para ser capaz de atendê-las", afirma.

A Unbabel nasceu em 2013 e, actualmente, tem uma plataforma que combina o processamento de linguagem natural (Neural Machine-Translation), com "algoritmos de estimativa de qualidade e uma rede global de 55 mil tradutores, que juntos tornam possível traduzir com qualidade e a baixo custo".


(Notícia actualizada às 8:54)




pub