Energia Preços dos combustíveis não devem subir na próxima semana

Preços dos combustíveis não devem subir na próxima semana

Os preços da gasolina e gasóleo deverão manter-se nos valores praticados esta semana, num período em que derivados de petróleo e euro registaram oscilações muito pouco acentuadas.
Preços dos combustíveis não devem subir na próxima semana
Bloomberg
Sara Antunes 27 de janeiro de 2017 às 15:21

Os combustíveis deverão ficar inalterados na próxima semana, já que os preços dos derivados de petróleo – gasolina e gasóleo – e o euro tiveram variação muito ligeiras, não fazendo oscilar de forma significativa os preços dos combustíveis para os consumidores.

 

O euro tem vindo a subir, atenuando o aumento dos combustíveis em Portugal nas últimas semanas, devido essencialmente às incertezas em torno das políticas económicas da administração de Donald Trump. Isto numa altura em que está a ser dado como garantido que a Reserva Federal (Fed) dos EUA vai subir os juros do país por três vezes este ano.

 

Ainda esta sexta-feira, 27 de Janeiro, foi divulgada a primeira leitura do produto interno bruto (PIB) dos EUA referente ao último trimestre do ano. A economia cresceu 1,9%, o que ficou aquém das estimativas dos economistas consultados pela Reuters e pela Bloomberg que apontavam para um crescimento de 2,2%.

 

Já os derivados têm oscilado à boleia do petróleo: ora sobem, ora descem devido aos cortes de produção por parte da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e outros países produtores.

 

As últimas indicações apontam para que o cartel esteja quase a terminar os cortes de produção acordados em Novembro, mas os dados conhecidos apontam para que os EUA estejam a produzir mais, anulando parte do impacto do corte de produção por parte da OPEP.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

aqui está porque Trump tem razão! Esta notícia é para quê?

pub