Agricultura e Pescas Presidente da Herbalife de saída do cargo

Presidente da Herbalife de saída do cargo

Michael Johnson, há 13 anos à frente dos destinos da empresa, não abandona a companhia. É substituído por Richard Goudis, actual COO, e vai passar a presidente do conselho de administração.
Presidente da Herbalife de saída do cargo
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 01 de Novembro de 2016 às 22:08

O presidente executivo da Herbalife, Michael Johnson, vai abandonar o cargo ao fim de 13 anos, sendo substituído nas funções pelo administrador da área operacional, Richard Goudis.

A substituição foi anunciada pela empresa esta terça-feira, 1 de Novembro, e terá efeitos a partir de 1 de Junho do próximo ano.

Johnson manter-se-á na companhia que comercializa, entre outros, suplementos alimentares, passando a ser presidente do conselho de administração. 

O multimilionário Carl Icahn, que em Agosto anunciou deter uma participação de 20,78% na Herbalife, já se manifestou favorável à escolha do novo CEO. Goudis já tinha sido administrador financeiro da empresa antes de assumir, em 2010, o cargo que actualmente ocupa.

Os lucros da Herbalife, conhecidos esta terça-feira, recuaram 6,3% no terceiro trimestre, passando para os 87,7 milhões de dólares. Contudo, a companhia reviu ligeiramente em alta as suas perspectivas de lucro ajustado para o total do ano. O lucro por acção, de 1,21 dólares, ficaram acima da estimativa de 1,09 dólares esperada pelos analistas sondados pela Reuters.

As acções da empresa terminaram a sessão desta terça-feira em queda de 2,57% para 59,12 dólares, ainda antes da apresentação dos resultados.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub