Processo de redução de pessoal na Soares da Costa não está encerrado
23 Abril 2012, 13:29 por Maria João Babo | mbabo@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
No ano passado saíram mais de 400 colaboradores da empresa e no primeiro trimestre deste ano outros 300.
Em 2011, a Soares da Costa diminuiu o número de trabalhadores em 7%, ou seja, um total de 403 pessoas saíram da empresa. Nos últimos dois anos, saíram do grupo, que obteve a aprovação do Governo para superar os limites legais para as rescisões por mútuo acordo, um total de 850 pessoas.

Já no primeiro trimestre deste ano, segundo adiantou António Castro Henriques, CEO do grupo, na conferência de imprensa de apresentação de resultados, saíram outros 300 colaboradores.

O responsável disse que “o processo não está encerrado” e que há “necessidade de continuar o ajustamento da estrutura em Portugal”.

Os sindicatos têm referido que o plano de rescisões do grupo prevê mais de 900 saídas, sendo que a empresa tem dito que esses números deverão ficar longe dos que vêm sendo noticiados .

Em Portugal está actualmente 39% do total do efectivo do grupo.

Em 2011, os custos com pessoal da Soares da Costa desceram 6%, incluindo 1,1 milhões de euros de custos não recorrentes.

Os custos operacionais diminuíram 14% para 792 milhões de euros.

Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: