Start-ups Prodsmart quer lançar Dia Nacional da Manufactura para “dar mais visibilidade” ao que se faz em Portugal

Prodsmart quer lançar Dia Nacional da Manufactura para “dar mais visibilidade” ao que se faz em Portugal

A start-up portuguesa Prodsmart quer lançar, em Portugal, a 4 de Outubro do próximo ano, o Dia Nacional da Manufactura. O objectivo é “dar mais visibilidade a Portugal e dar destaque a este sector que tem perdido atractividade”. João Vasconcelos e ISQ juntaram-se à iniciativa.
Prodsmart quer lançar Dia Nacional da Manufactura para “dar mais visibilidade” ao que se faz em Portugal
Miguel Baltazar
Ana Laranjeiro 06 de outubro de 2017 às 12:37

A Prodsmart, start-up que tem um software de gestão de produção que tem como objectivo eliminar a papelada do chão-de-fábrica e a recolher dados das operações em tempo real, quer lançar em Portugal o Dia Nacional da Manufactura.

E já têm data para o evento. Inspirado pelo "Manufacturing Day", que se comemora hoje nos Estados Unidos, a Prodsmart quer celebrar este evento a 4 de Outubro de 2018. Em solo americano, este dia é comemorado com as fábricas a abrirem portas e a mostraram como trabalham, o que é que e como é que produzem.

A start-up quer convidar a indústria nacional a participar estando já abertas as candidaturas (dianacionaldamanufactura.com).

"Ao importar este conceito para Portugal, a Prodsmart quer dar mais visibilidade ao que é produzido em Portugal e dar destaque a este sector que tem perdido atractividade nas últimas décadas, um pouco por todo o mundo", refere o comunicado da empresa.

Gonçalo Fortes, CEO da Prodsmart, refere em comunicado que "há muitas pessoas que acham que trabalhar numa fábrica não é prestigiante". "Mas está mais do que provado que o sector industrial é um dos principais motores de desenvolvimento da classe média de um país. Já para não falar que é uma área que tem tido bastante inovação mas que ainda tem muito para melhorar. E para isso é preciso atrair talento", acrescenta.

O grupo ISQ e o antigo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, já se juntaram a esta iniciativa.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub