Automóvel Produção de veículos em Outubro atinge mínimos

Produção de veículos em Outubro atinge mínimos

Pelo menos desde 2000, segundo os dados da Acap analisados pelo Negócios, que Outubro não tinha uma produção de veículos tão baixa em Portugal.
Produção de veículos em Outubro atinge mínimos
Bruno Simão
Alexandra Machado 16 de Novembro de 2016 às 16:40
2016 fica, para já, como o ano em que se produziram menos veículos em Portugal no mês de Outubro, e desde o ano 2000.

Os dados da Acap (Associação Automóvel de Portugal) desde 2000, analisados pelo Negócios, mostram que o Outubro deste ano foi o pior mês em termos de produção automóvel desde esse ano.

O total de produção em Outubro este ano foi de 11.411 veículos, o que significa uma queda de 20% face ao mesmo mês do ano passado, divulgou esta quarta-feira, 16 de Novembro, a Acap, que explica esta nova descida pela "inerente instabilidade dos ritmos de produção". Em 2000 tinham-se produzido, neste mês de Outubro, 24.799 veículos, mais do dobro da produção actual.

Desde 2000 a produção tem vindo a cair, tendo chegado a 2006 com 23.895 unidades produzidas no 10.º mês do ano e a 2010 com 14.982 veículos. Agora fixou-se em 11.411, menos 14,5 mil unidades que o pico atingido em 2002. O Negócios analisou os dados apenas a partir de 2000.

Segundo o comunicado divulgado esta quarta-feira pela Acap, a queda de produção este Outubro aconteceu em todos os tipos de veículos automóveis: -21,3% nos ligeiros de passageiros, -27,4% nos pesados e -12,3% nos comerciais ligeiros.

No caso dos ligeiros de passageiros, o caso é idêntico. Nunca se produziram tão poucos veículos em Outubro como este ano, desde 2000. Foram produzidos nesta categoria 8.423 unidades, menos 21,3% que em igual período do ano passado. Ainda assim a produção cresceu face a Setembro, mês em que se produziram 8.337 unidades. Junho foi o mês que mais veículos colocou no mercado: 11.040 unidades.

No conjunto dos 10 meses deste ano foram produzidos 83.620 veículos ligeiros de passageiros em Portugal, uma queda de 18,1% face a igual período do ano passado. Se considerados os 10 meses deste ano, a queda está precisamente nestes veículos, já que nos comerciais ligeiros a subida foi, nos 10 meses, de 9,3% para 33.811, e nos pesados de 9,1% para 3.475. De Janeiro a Outubro foram, assim, produzidos um total de 120.906 veículos, menos 11,3% que em igual período de 2015.

95,3% da produção do conjunto dos 10 meses foi para exportação, mas que no total de veículos vendidos ao exterior teve uma queda de 12,1% em termos homólogos. Em Outubro, no entanto, o peso das exportações na produção subiu para 96,7%. 

Alemanha (23,5%) e Espanha (15,9%) continuam a ser os principais mercados de exportação no conjunto de 2016.


A Acap não revelou os dados por produtor.





A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

É normal que assim seja, pois a fábrica de maior dimensão que aqui existe, Auto Europa, está em final de ciclo de produto. Quanto a partir do final de 2017 os volumes da VW subirem e já em 2018 com o T-Roc em plena produção, o título da noticia será: Nunca se produziram tantos automóveis em Portugal

Pedro Lima Há 3 semanas

E agora como se vao martelar os numeros do crescimento para o quarto trimestre.fodido.

pub