Indústria Produção industrial da Alemanha dispara em Agosto

Produção industrial da Alemanha dispara em Agosto

O Governo de Angela Merkel acredita que o crescimento de 2,5% no mês de Agosto, o maior desde Janeiro, antecipa uma recuperação moderada da actividade industrial no terceiro trimestre.
Produção industrial da Alemanha dispara em Agosto
Bloomberg / Reuters / Getty Images
Paulo Zacarias Gomes 07 de Outubro de 2016 às 07:48

O volume de produção das fábricas germânicas registou no mês de Agosto o maior crescimento desde Janeiro, impulsionada pelos bens de investimento.

De acordo com os números divulgados esta sexta-feira, 7 de Outubro, pelo Ministério da Economia alemão, a produção industrial (ajustada de efeitos sazonais e da inflação) aumentou 2,5% em relação a Julho, mês em que tinha caído 1,5%.

O resultado final demonstrou que a indústria da maior economia europeia cresceu a um ritmo que é o dobro do esperado pelos analistas, que antecipavam um avanço de 1%. Em relação ao mesmo mês de 2015, a produção cresceu 1,9%.

A produção manufactureira cresceu 3,3%, depois de um aumento de 4,7% na produção de bens de investimento e de um crescimento de 3,3% na de bens de consumo.

O Governo de Angela Merkel acredita que estes dados antecipam uma recuperação moderada da actividade industrial no terceiro trimestre. Já a produção na construção recuou 1,2%.

O aumento das encomendas em Agosto, ao ritmo mais elevado em cinco meses, já tinha sinalizado esta evolução. Além disso, destaca a Bloomberg, a confiança entre as empresas aumentou em Setembro para máximos de mais de dois anos, numa altura em que permanecem incertezas em torno do processo de saída do Reino Unido da União Europeia e do impacto económico que terá. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 07.10.2016

COFINA:potencial subida,pela aproximação de mínimo:forte cashflow operacional,de 4,77 M€ no 1ºSem./16 (pág.24 em http://www.cofina.pt/~/media/Files/C/Cofina/investors/reports/2016res/cofina-rc-jun-16.pdf ),q permite dividendo (0,015 €/ação),e abater dívida (2 M€ no 2ºTrim./16).COMPRAR FORTEMENTE.

pub
pub
pub
pub