Transportes Provedoria quer EMEL sem receitas das multas
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Provedoria quer EMEL sem receitas das multas

O provedor adjunto de Justiça entende que o facto de empresas municipais receberem valores das multas põe em causa a “protecção dos particulares contra situações abusivas”. Sugere ainda limites aos valores cobrados e mais tolerância.
Provedoria quer EMEL sem receitas das multas
Pedro Elias/Negócios
Maria João Babo 14 de janeiro de 2018 às 23:30

A Provedoria de Justiça defende que a proibição de as concessionárias e os seus trabalhadores receberem o produto das multas de estacionamento deve ser aplicada às empresas públicas municipais. É que, por )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Yalioblio 23.02.2018

Aumentem os ordenados dos polícias municipais mas o dinheiro das multas deve reverter a favor do Estado. Premiar quem passa a multa só gera caça à multa e a polícia está lá mesmo é apenas e só para fazer cumprir a lei pela qual já aufere um ordenado. Mais, devia ser a PSP ou a GNR a autuar. Esses sim estão aptos a fazê-lo.

Indignada 19.02.2018

Os funcionários da EMEL incitados por esta, multa de uma forma fanática..., até motas que não estão nos limitados espaços reservados e mesmo que nada incomodem.
Num país dominado por abortistas/eutanázi cos, gente que vive e fomenta a corrupção, o que esperar, pois gozam de total impunidade?

Anónimo 15.01.2018

A ideia que tenho é que os agentes da EMEL se comportam como caçadores de multas e não como fiscais.Isto como na caça as presas avisadas vão-se safando,mas os não avisados e incautos ficam logo na armadilha.A EMEL em vez de pedagogia exerce repressão.

EMEL é CML 15.01.2018

Não esquecer que EMEL é Câmara Municipal de Lisboa pelo que O MAU DA FITA é a Câmara Municpal de Lisboa , ou seja O MEDINA ! o mesmo se passa com a Polícia Municipal - Não esquecer que Polícia Municipal é CML

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub