Banca & Finanças PS: "Nomeação da administração da Caixa foi um elemento base do processo de recapitalização"

PS: "Nomeação da administração da Caixa foi um elemento base do processo de recapitalização"

Carlos César garante que António Domingues não teve acesso a informação privilegiada sobre a Caixa antes de ser presidente do banco público. E acusa PSD de querer que "tudo corra mal" para a CGD.
PS: "Nomeação da administração da Caixa foi um elemento base do processo de recapitalização"
Bruno Simão/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 24 de Novembro de 2016 às 12:13
O líder parlamentar do PS acusou esta quinta-feira o PSD de fazer tudo para que "tudo corra mal" na Caixa, com o objectivo de privatizar o banco público. Carlos César lembrou que a escolha da nova administração da Caixa fazia parte do processo de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Carlos César falava aos jornalistas no Parlamento, reagindo às declarações feitas esta manhã pelo líder parlamentar do PSD que pediu esclarecimentos "urgentes" a António Costa, considerado-o como "mentor" do processo de recapitalização do banco, que considerou ser "opaco".

"A nomeação da administração da Caixa foi um elemento base do processo de recapitalização", disse o socialista acrescentando que "não faz sentido nenhum dizer que António Domingues teve acesso a informação privilegiada, designadamente por parte da Direcção Geral de Concorrência, quando por definição a DGComp assegura que não haja informação privilegiada".     

Carlos César explicou que as reuniões eram um "pressuposto da sua nomeação", até porque a futura administração tinha de ser portadora de um "pré-plano" que representasse as posições do Governo e tivesse as "garantias mínimas de um aval de Bruxelas".

O socialista diz que "todos" já perceberam qual o objectivo do PSD - "privatizar a Caixa". Carlos César assegurou que "por mais barulho que o PSD faça, isto vai correr bem".

César lembrou que já existiram anteriores administradores que foram contratados junto de reguladores, "esses sim com informação privilegiada sobre todos os bancos".    



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub