PT traz "um bilião" de dólares a Portugal
24 Outubro 2012, 15:02 por Hugo Paula | hugopaula@negocios.pt
Enviar por email
Reportar erro
0
A Portugal Telecom vai realizar uma conferência dedicada à apresentação dos investimentos que tem feito em inovação e tecnologia, onde vai contar com gestoras de fundos com activos sob gestão num valor combinado superior a um bilião de dólares.
A operadora portuguesa que reclama a melhor cobertura de tecnologia 4G LTE em Portugal vai realizar a Conferência de Tecnologia & Inovação nos dias 29 e 30 de Outubro. O evento contará com a presença de investidores institucionais com a responsabilidade de gerir mais de um bilião de dólares em activos, apurou o Negócios.

Os gestores de fundos que vêm à conferência têm activos superiores a um trilião de dólares, numa referência à escala numérica anglo-saxónica. Em português, o número é um bilião de dólares e corresponde a cerca de quatro vezes o produto interno bruto anual nacional.

O evento organizado pela cotada liderada por Zeinal Bava também dará palco a empresas ligadas ao sector das tecnologias de informação (TI) portuguesas. Entre as empresas representadas está a NDrive, a Impresa e a WeDo (do universo Sonaecom). Na plateia vão estar investidores institucionais com interesse e capital para investir em empresas inovadoras.

A Conferência de Tecnologia & Informação alcança o propósito de um típico “investor day”, contando com a presença dos maiores investidores institucionais do mundo, analistas e operadores de corretoras e bancos de investimento ligados ao sector das telecomunicações.

“Nesta conferência a PT vai mostrar como usa a tecnologia e a inovação para antecipar e capturar as novas oportunidades que se oferecem no mercado para sustentar o seu crescimento e rentabilidade”, referiu fonte ligada ao evento.

“A PT quer atrair capital e acredita que este pode ser um factor diferenciador na tomada de decisão dos investidores num mercado altamente competitivo”, acrescenta. A gestão da operadora está “muito entusiasmada” com o evento que tem vindo a organizar “de há alguns meses a esta parte”, salientou a mesma fonte.
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags: