Media Publicidade foi o serviço às empresas que mais cresceu em 2016

Publicidade foi o serviço às empresas que mais cresceu em 2016

No ano passado o valor dos serviços prestados às empresas cresceu 4,4% e atingiu os 13,7 milhões de euros. Neste conjunto, o destaque foi para a publicidade, que registou um aumento de 8,7% e atingiu os 1.410 milhões de euros.
Publicidade foi o serviço às empresas que mais cresceu em 2016
Bloomberg
Filomena Lança 04 de dezembro de 2017 às 12:45

Serviços como publicidade, trabalho temporário, contabilidade ou consultoria informática, prestados a empresas, cresceram, no seu conjunto e em valor, uma percentagem de 4,4% em 2016 face ao ano anterior. Em 2015 o crescimento fora de 2,7%. No global atingiram-se os 13.798 milhões de euros.

 

Os números são do INE, foram publicados esta segunda-feira, 4 de Dezembro, e revelam que estes serviços foram prestados por 110.891 empresas, que empregaram 367.486 pessoas, mais 4,1% que no ano anterior. Aqui verificou-se algum retrocesso, já que em 2015, e face a 2016, se registara um aumento de 5,6% no número de trabalhadores. Os número de 2016 mostram ainda que estas empresas geraram um valor acrescentado bruto na ordem dos 7,870 milhões de euros. Um crescimento de 5,5% relativamente a 2015 e em aceleração, já que em 2015 o aumento fora de 1,8%.

 

Dentro dos serviços prestados às empresas, destaca-se, em termos de valor, a publicidade, conceito que engloba aqui a venda de espaço ou tempo publicitário por conta de terceiros. Assim, em 2016 o valor dos serviços de publicidade aumentou 8,7% relativamente ao ano anterior, atingindo os 1 410 milhões de euros.

 

Segundo o Destaque do INE, este crescimento foi influenciado pelo desempenho dos Serviços fornecidos por agências de publicidade, que registaram um acréscimo de 70,9 milhões de euros (mais 13,2% face a 2015).

 

Já o sector das actividades de emprego, onde se incluem, nomeadamente, os serviços das empresas de trabalho temporário, foi o que maior contributo deu para o crescimento do número de pessoas ao serviço em 2016. Foram mais 7%, em linha com a tendência do biénio anterior - 10,7% em 2015 e 9,7% em 2014.

 

De destacar ainda a consultoria informática, que se manteve como o mais importante serviço oferecido no âmbito dos serviços prestados às empresas, com um crescimento de 9,6%, claramente superior ao crescimento da totalidade dos serviços, que, como referido, se fixou nos 4,4%. A consultoria informática passou a representar 10,3% do total dos serviços prestados. Os serviços de programação informática e os serviços completos de publicidade, com crescimentos de 14,9% e 14,2%, respectivamente, destacaram-se igualmente pela positiva, no decurso de 2016, sublinha o INE.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar