Banca & Finanças António Domingues ganha menos que Ulrich

António Domingues ganha menos que Ulrich

O presidente da CGD ganha menos do que o seu rival do BPI. António Domingues vai receber 423 mil euros anuais brutos, um pouco mais de 30 mil euros ao mês. A remuneração é igual à que teve no ano passado como número dois de Fernando Ulrich.
António Domingues ganha menos que Ulrich
António Domingues ganha menos como presidente da Caixa Geral de Depósitos do que o seu agora concorrente Fernando Ulrich à frente do BPI. Mas entre os principais banqueiros portugueses, o mais bem pago é António Vieira Monteiro, líder do Santander Totta.

Como revelou o ministro das Finanças esta terça-feira, no Parlamento, o presidente da CGD vai receber um salário anual bruto que corresponde a 423 mil euros por ano, o que equivale a um valor ligeiramente acima de 30 mil euros por mês (pago em 14 meses). O valor da remuneração de Domingues é exactamente o mesmo que o banqueiro recebeu no ano passado como vice-presidente do BPI.

Segundo Mário Centeno, os vogais executivos da CGD terão um salário anual de 337 mil euros, o que corresponde a 28 mil euros por mês. Já os vogais não executivos vão receber 49 mil euros por ano, um valor que o ministro disse ser "um pouco mais baixo do que a mediana".

Entre os líderes dos cinco maiores bancos, Domingues será o banqueiro com o terceiro maior salário. Atrás do presidente da Caixa estão Nuno Amado, do BCP, e António Ramalho, do Novo Banco. Ambas as instituições têm limitações à definição das remunerações da gestão. O BCP por ainda beneficiar de ajuda do Estado e o NB pelo seu estatuto de banco de transição.

Os salários da nova equipa de gestão da Caixa estão na "mediana do sector em Portugal", disse Centeno, lembrando que o Governo sempre defendeu que os salários da nova equipa da CGD "não iriam nem inflacionar o mercado nem estar fora do [valor de] mercado". O ministro garantiu que apesar das novas regras de política remuneratória, que acabou com um limite aos salários, "o custo total [que resultaria da aplicação da regra anterior] seria superior àquele que é neste momento".






A sua opinião65
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Gatunos 19.10.2016

Portugal é uma republica de ladroes, na próxima grande bancarrota que se avizinha vamos ter uma revolução sangrenta para limpar Portugal e fazer justiça.
SALARIOS MILIONARIOS DE MAIS DE 30 MIL EUROS MENSAIS EM BANCOS QUE ESTAO EM BANCARROTA COMO A CGD E DEPOIS OBRIGAREM O POVO PORTUGUÊS COM SALARIOS DE MISERIA A PAGAR ESSAS BANCARROTAS É UM CRIME MONSTRUOSO PUNIVEL COM UMA BALA NOS MIOLOS DESSAS GENTES GOVERNANTES QUE SÓ SABEM ROUBAR.

comentários mais recentes
Anónimo 25.10.2016

Antes a esquerda ficava assanhada com o Amorim , o Azevedo , os Melos, Os espiritos Santos, por serem os donos disto tudo, mas agora estão caladinhos perante os novos capitalistas que eles ajudaram a criar.

Camaradaverao75 24.10.2016

O que os privados ganham não tem grande interesse aqui. Agora o que é roubado ao povo diretamente e escandalosamente para gestores(que levam tudo a prejuízo/falência) em prejuízo do aumento das pensões/ordenados; e obrigando a escandalosos impostos é que é altamente escandaloso. Espero ajuda do PCP.

SALAZAR 20.10.2016

DOIS CORRUPTOS QUE DEVIAM ESTAR PRESOS. OU ESQUECERAM-SE QUE O BPI TAMBÉM FOI APOIADO PELO ESTADO?

5640533 20.10.2016

Ponham também quanto ganham Obama, Merkel, Janet Yellen para vermos se alguém cora de vergonha há.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub