Automóvel Que empresa vai nascer da fusão entre a Peugeot Citröen e a Opel?

Que empresa vai nascer da fusão entre a Peugeot Citröen e a Opel?

Se o negócio avançar, a fusão entre as três produtoras de França e Alemanha dará origem a um dos maiores grupos europeus de automóveis.
A carregar o vídeo ...
André Cabrita-Mendes 14 de fevereiro de 2017 às 16:19
O grupo francês PSA está a estudar a compra da alemã Opel. O avançar do negócio representa o nascimento de um grande grupo automóvel europeu que juntaria a Peugeot, Citröen e Opel.

A PSA, liderada pelo português Carlos Tavares, destaca que "neste momento não existe qualquer garantia de que um acordo será alcançado". Mas que empresa nasceria da fusão entre as três fabricantes automóveis?

Em termos de vendas, este negócio daria origem ao segundo maior grupo automóvel na Europa. O grupo alemão Volkswagen tem uma quota de mercado de 23,9%, enquanto a fusão PSA Opel significaria uma quota de 16,6%, superando a Renault na segunda posição (10,2% de quota).

O grupo PSA foi o terceiro grupo automóvel com mais vendas em 2016, superado apenas pelo grupo Volkswagen e pelo grupo Renault, segundo os dados da Associação Europeia de Produtores Automóveis (ACEA na sigla original).

A PSA vendeu um total de 1,446 milhões de automóveis em 2016 (menos 0,2%). Desagregando os dados, a Peugeot vendeu 849 mil unidades (+1,4%), a Citröen 532 mil unidades (-1%) e a DS 64 mil unidades (-12,7%).

 

O grupo Opel, por seu turno, surge na sexta posição com vendas de 928 mil unidades na Europa em 2016 (mais 5,4%). Em separado, a Opel/Vauxhall vendeu 976 mil unidades (mais 5,6%), e a Chevrolet 2,2 mil unidades (-31,2%).

Em Portugal, esta fusão daria origem ao grupo com mais vendas no país. No mercado total de veículos ligeiros em 2016, a Peugeot foi a segunda marca com carros mais vendidos num total de 25,4 mil unidades (mais 16,5% face a 2015), com quota de mercado de 10,52%.

 

Já a Citröen ocupa a quinta posição em termos de vendas, com 15,4 mil unidades vendidas (mais 17,7% face a 2015) com uma quota de mercado de 6,37%.

 

A Opel, por seu turno, figura na sétima posição, com vendas de 13,7 mil unidades (mais 14,9% face a 2015), com uma quota de 5,66%. A primeira posição é ocupada pela Renault, enquanto a Volkswagen fecha o pódio.

 

As vendas das três marcas em conjunto ascendem a 54,6 mil unidades, o que a tornaria no grupo automóvel com mais vendas automóveis em Portugal, seguido do grupo Volkswagen com 40 mil unidades.

Recorde-se que a PSA Peugeot Citröen tem uma fábrica em Portugal. A unidade de Mangualde produziu um total de 49,465 mil unidades em 2016, mais 6,1% face a 2015.

A empresa vai investir um total de 48 milhões de euros em Mangualde até 2018. A PSA vai produzir um novo modelo, denominado K9, e prevê aumentar a produção até 75 mil automóveis, criando mais 250 a 300 postos de trabalho.

A junção PSA-Opel garante ao grupo seis carros no top 20 dos mais vendidos em Portugal:






A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Bento20 14.02.2017

Será a "Peucipel".

comentários mais recentes
Bento20 14.02.2017

Será a "Peucipel".

Zed 14.02.2017

Vai nascer a PSO: Produção de Sucatas Obsoletas.

pub
pub
pub
pub