Media Rally de Portugal com transmissão na RTP

Rally de Portugal com transmissão na RTP

Esta quinta-feira começa o Rally de Portugal. Decorre até domingo. A RTP é a televisão oficial e em co-produção com a WRC-TV disponibiliza o sinal internacional.
A carregar o vídeo ...
Alexandra Machado 17 de maio de 2017 às 21:50
A RTP é a televisão oficial do Rally de Portugal para as transmissões nacionais. A prova arranca esta quinta-feira, 18 de Maio, em Paredes, com um "shakedown" (testes em condições de competição).

No ano em que comemora 50 anos, a organização garante que a edição "vai contar com ampla cobertura televisiva em directo a nível nacional e internacional". A RTP vai ser o canal oficial da prova do Automóvel Club de Portugal para todo o país, à qual se junta o WRC Plus e a Red Bull TV nas transmissões online. A empresa pública acrescenta em comunicado que terá uma operação multiplataforma, com rádio, televisão e online. Além disso, "a RTP, em co-produção com a WRC-TV, produz o sinal internacional para todo o mundo".

A prova do campeonato mundial que se realiza em Portugal arranca em Guimarães, onde acontecerá a cerimónia da partida. Segue para a Lousada. E aí, de acordo com a organização do Vodafone Rally de Portugal, acontecerá a primeira transmissão em directo (RTP3) com a super especial de Lousada, quinta-feira, a partir das 19:00. Esta será a única super especial do rally e a primeira que o público terá oportunidade de ver ao vivo.

Na sexta, o rally passa para o Alto Minho. Mas na televisão só pode ser visto o Braga Street Stage, uma dupla classificativa de 1,9 quilómetros,  que decorre nas ruas do centro histórico da cidade dos arcebispos.

No sábado, a RTP transmite em directo as duas passagens pelo troço de Amarante.
No domingo, dia em que o Vodafone Rally de Portugal termina, a RTP acompanha as duas passagens pelo troço de Fafe. A nível internacional só será emitida a segunda passagem por Fafe.

O Rally de Portugal, que é uma prova pontuável para o mundial da modalidade, terá a sua cerimónia final em Matosinhos, que volta a receber o estatuto de município anfitrião, onde está o quartel-general desta prova.

De 18 a 21 de Maio estão em Portugal quatro marcas a concorrer de forma oficial para o mundial. A prova decorre no Norte do país.

Segundo um estudo revelado em Janeiro, a edição de 2016 do WRC Vodafone Rally de Portugal gerou 129,3 milhões de euros de retorno para a economia nacional. Segundo esse mesmo estudo, em 2016, e nos quatro dias da prova, os adeptos permaneceram em média 3,2 noites e 24,6% prolongaram a sua estada além desse período. Registou-se cerca de um milhão de assistências. Numa análise a 10 anos, o estudo concluiu que desde 2007 o impacto económico da prova atingiu os 898,9 milhões de euros.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga 18.05.2017

Esta coisa repugnante a que chamam tv publica é a rainha do DESPESISMO...
Uma INUTILIDADE! Um sorvedouro de guita que não existe!
Um nojo de serviço publico miseravel e 3º mundo!

Tambem não admira, quando a guita cai do céu e ainda nos CHUL*AM com o SAQUE que é a contribuição audiovisual....

pub
pub
pub
pub