Banca & Finanças RBS com provisões de 3,5 mil milhões para litígios do "subprime"

RBS com provisões de 3,5 mil milhões para litígios do "subprime"

O banco britânico anunciou uma provisão adiciona para cobrir as multas e custos dos litígios relacionados com o crédito imobiliário tóxico associado aos créditos do"subprime".
RBS com provisões de 3,5 mil milhões para litígios do "subprime"
Bloomberg
Negócios 26 de janeiro de 2017 às 09:57

O Royal Bank of Scotland (RBS) anunciou que as contas do quarto trimestre vão incluir provisões de 3,8 mil milhões de dólares (cerca de 3,5 mil milhões de euros) para cobrir os eventuais impactos dos processos relacionados com a crise do mercado de crédito imobiliário de alto-risco.

Esta decisão, comunicada antes da abertura dos mercados e noticiada pela imprensa internacional, eleva para 6,7 mil milhões de libras (7,8 mil milhões de euros) as provisões do banco britânico relacionadas com a venda de títulos garantidos por hipotecas tóxicas", antes da crise financeira de 2008.

O RBS está a ser alvo de vários litígios pela autoridades norte-americanas, tendo agora sido obrigado a avançar com uma provisão adicional para cobrir os custos dos processos.

O presidente executivo do banco, Ross McEwan, garante que a resolução destes litígios "é uma prioridade".

As acções do RBS ganham 4,53% para 2,37 libras na bolsa de Londres.


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub