Banca & Finanças RBS regressou aos lucros no primeiro semestre

RBS regressou aos lucros no primeiro semestre

Apesar de ter contabilizado um custo com um processo judicial nos EUA, o banco britânico fechou o primeiro semestre do ano com um lucro.
RBS regressou aos lucros no primeiro semestre
Bloomberg
Negócios 04 de agosto de 2017 às 07:54

O Royal Bank of Scotland (RBS) terminou o primeiro semestre do ano com um resultado líquido de 939 milhões de libras (1.043 milhões de euros), revelou o banco esta sexta-feira, 4 de Agosto, citado pela BBC. Este lucro compara com um prejuízo de dois mil milhões de libras registado nos primeiros seis meses de 2016.

 

O banco reportou um encargo de 396 milhões de libras com um processo judicial que está a decorrer nos EUA, o que acabou por penalizar os resultados.

 

Em termos trimestrais, o banco terminou o segundo trimestre com um lucro de 680 milhões de libras, o que também compara com um prejuízo de 1,1 mil milhões registado um ano antes.

 

Já o lucro operacional ajustado foi de 1,69 mil milhões de libras, o que supera as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg, que apontavam para um valor médio de 1,04 mil milhões de libras.

 

O presidente executivo do RBS, Ross McEwan, considera os resultados "encorajadores", realçando à BBC que "o Governo está com um banco muito melhor". Recorde-se que o Tesouro britânico ainda detém 73% do banco. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 04.08.2017

O RBS tem vindo a fazer correcta e adequada gestão de recursos humanos desde há muito tempo, tal como os seus congéneres britânicos, europeus, japoneses e norte americanos. Estados, economias e sociedades capturadas pelos direitos sindicais adquiridos empobrecem e tornam-se cronicamente dependentes e insolventes. "RBS to close 32 NatWest branches and axe further 600 jobs" https://www.theguardian.com/business/2016/apr/14/rbs-close-32-natwest-branches-axe-600-jobs

comentários mais recentes
Anónimo 04.08.2017

O RBS tem vindo a fazer correcta e adequada gestão de recursos humanos desde há muito tempo, tal como os seus congéneres britânicos, europeus, japoneses e norte americanos. Estados, economias e sociedades capturadas pelos direitos sindicais adquiridos empobrecem e tornam-se cronicamente dependentes e insolventes. "RBS to close 32 NatWest branches and axe further 600 jobs" https://www.theguardian.com/business/2016/apr/14/rbs-close-32-natwest-branches-axe-600-jobs