Banca & Finanças Real Vida Seguros fechou compra da Finibanco Vida e Banif Pensões

Real Vida Seguros fechou compra da Finibanco Vida e Banif Pensões

A Real Vida Seguros passou a ser a única seguradora portuguesa cotada em bolsa depois do Grupo Patris, holding seguradora que detém 100% do seu capital, ter sido listado no Alternext a 15 de Dezembro deste ano.
Real Vida Seguros fechou compra da Finibanco Vida e Banif Pensões
Bruno Simão
Lusa 30 de Dezembro de 2016 às 12:50
A Real Vida Seguros, detida pela Patris Investimentos, fechou esta semana a compra da Finibanco Vida e da Banif Pensões, superando os activos sob gestão os 500 milhões de euros com a integração de todas as instituições.

Em comunicado, a seguradora liderada por Gonçalo Pereira Coutinho detalha que fechou esta semana "a aquisição de 100% do capital social da Finibanco Vida e da quase totalidade do capital social da BANIF Pensões -- Sociedade Gestora de Fundos de Pensões".

A operação insere-se no projecto estratégico de crescimento e afirmação como seguradora vida de referência em Portugal e inclui a fusão das duas sociedades na Real Vida Seguros.

A seguradora "passa a deter activos superiores a 300 milhões de euros e a gerir mais de 300 milhões de euros de fundos de pensões, ficando com mais de quatro mil milhões de euros em créditos titularizados".

Já em 15 de Dezembro, quando a Real Vida Seguros se tornou na única seguradora portuguesa cotada em bolsa, a Lusa tinha noticiado que a empresa deveria concretizar a compra da Finibanco Vida e da Banif Pensões até ao final do ano, restando apenas na altura a 'luz verde' do regulador.

Hoje, a Real Vida Seguros fala num "ano histórico" e avança ter registado um crescimento superior a 100% na produção nova nos diversos ramos em exploração e que a sua ambição "é manter este ritmo em 2017".

"Reafirmamos que conjuntamente queremos continuar a crescer para dar força à seguradora que é independente dos grupos bancários e é genuinamente portuguesa", afirma Gonçalo Pereira Coutinho, citado no documento.

A Real Vida Seguros passou a ser a única seguradora portuguesa cotada em bolsa depois do Grupo Patris, holding seguradora que detém 100% do seu capital, ter sido listado no Alternext a 15 de Dezembro deste ano.

Questionado nessa altura pela Lusa sobre se 2017 poderá ser um "ano de compras", Gonçalo Pereira Coutinho disse "que é possível que também seja" e lembrou que "quase todos os anos" o grupo tem feito uma aquisição.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub