Turismo & Lazer Receitas da PortoBay sobem 10% e superam 75 milhões

Receitas da PortoBay sobem 10% e superam 75 milhões

O grupo liderado por António Trindade terminou 2016 com um aumento da receita consolidada para os 78,3 milhões de euros.
Receitas da PortoBay sobem 10% e superam 75 milhões
Paulo Zacarias Gomes 15 de março de 2017 às 13:15

As receitas consolidadas do grupo hoteleiro PortoBay, liderado por António Trindade (na foto), atingiram no ano passado os 78,3 milhões de euros, um aumento de 10% em relação a 2015, depois de ter encerrado o exercício com 867 mil dormidas.

Por regiões, a Madeira foi aquela que registou uma maior taxa de ocupação das unidades do grupo (média de 93%, numa região onde existem seis hotéis da marca), seguida dos 80% verificados no Algarve (onde detém apenas uma unidade) e dos 74% de Lisboa (a capital tem dois estabelecimentos do grupo, o Liberdade e o Marquês).

Em Portugal, os rendimentos operacionais cresceram 13% para 65,5 milhões de euros, e no Brasil atingiram os 49 milhões de reais. A taxa de repetição de hóspedes subiu para 38%.

No mercado nacional e no Brasil o grupo PortoBay conta com 12 unidades hoteleiras de quatro e cinco estrelas, com um total de 1.520 quartos.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub