Telecomunicações Receitas da Vodafone Portugal sobem 2% até Dezembro

Receitas da Vodafone Portugal sobem 2% até Dezembro

A operadora liderada por Mário Vaz registou receitas totais de 250 milhões de euros no terceiro trimestre fiscal, um aumento de 2% impulsionado pelo aumento em 20% dos clientes do serviço fixo.
Receitas da Vodafone Portugal sobem 2% até Dezembro
Bruno Simão
Sara Ribeiro 02 de fevereiro de 2017 às 08:00

A Vodafone Portugal fechou o terceiro trimestre do seu ano fiscal, findo em Dezembro com receitas totais de 250 milhões de euros. Um valor que representa um aumento de 2% face ao mesmo período de 2015, de acordo com o comunicado emitido pela operadora esta quinta-feira, 2 de Fevereiro.

Tendo em conta só os proveitos de serviços, excluindo a venda de equipamentos por exemplo, a operadora alcançou 227 milhões de euros, uma subida de 2,2% face ao período homólogo.

"Este desempenho revela uma evolução positiva do principal indicador de negócio pelo quinto trimestre consecutivo", sublinha a empresa liderada por Mário Vaz.

Esta performance foi impulsionada pelo aumento da base de clientes do serviço fixo em 20% para 571 mil, "em particular da TV por subscrição, na qual a Vodafone é o operador que mais cresce há 12 trimestres consecutivos", segundo o mesmo comunicado.

Este crescimento tem sido acompanhado pelo investimento na expansão na rede de fibra óptica que no final de Dezembro chegava a 2,6 milhões de casas.

Já no móvel a tendência continua a ser decrescente, com a operadora a registar uma diminuição do número total de clientes em 2,6% para 4,7 milhões.

A operadora sublinha, no entanto, que "o número de clientes 4G ultrapassa 1,2 milhões, fruto de um acréscimo de 89%" face ao mesmo período de 2015.

Este crescimento deveu-se, em grande parte, à campanha de Natal, lançada em Novembro, na qual a Vodafone "ofereceu comunicações gratuitas nos dias 24 e 25 de Dezembro", bem como "descontos em equipamentos 4G".

Para Mário Vaz, presidente executivo da operadora, estes resultados indicam que a Vodafone Portugal "continua a caminhar na direcção correta. Num sector cada vez mais competitivo e convergente, a Vodafone tem surpreendido continuamente os seus clientes, apresentando produtos e serviços inovadores e desempenhando um papel cada vez mais relevante na estratégia de TV do Grupo Vodafone", acrescenta.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub