Energia Rede de carregamento de carros eléctricos vai ligar Noruega à Itália

Rede de carregamento de carros eléctricos vai ligar Noruega à Itália

O projecto vai receber um financiamento de 10 milhões de euros da União Europeia e os primeiros pontos de carregamento serão inaugurados no Verão.
Rede de carregamento de carros eléctricos vai ligar Noruega à Itália
Pedro Elias
Negócios com Bloomberg 10 de novembro de 2017 às 13:43

A alemã Eon e a dinamarquesa Clever vão construir uma rede de carregamento de carros eléctricos de grande alcance, que tem como objectivo ligar o norte ao Sul da Europa.

 

Numa fase inicial, esta rede terá um total de 180 pontos de abastecimento em estações localizadas em auto-estradas entre a Noruega e a Itália. As primeiras estações serão inauguradas na Dinamarca e na Alemanha (os países das duas empresas envolvidas) já no próximo Verão.

 

A rede será depois prolongada com pontos de carregamento separados por pelo menos 180 quilómetros, ao longo das auto-estradas de vários países europeias.

 

De acordo com a Clever, fabricante dos aparelhos, o projecto vai receber um financiamento de 10 milhões de euros da União Europeia.

 

"Temos de estar prontos para a adopção em massa de veículos eléctricos", afirmou Casper Kirketerp-Moller, CEO da Clever. "Necessitamos de uma infra-estrutura e reduzir o problema do alcance [dos carregamentos]. O que temos em falta é uma rede que ligue cidades e países", disse em entrevista à Bloomberg. A Clever tem como objectivo reduzir o tempo dos carregamentos para 20 minutos.

A notícia surge no mesmo dia em que foi anunciado que a Tesla anunciou está a instalar o primeiro supercarregador da marca em Portugal, entre Lisboa e Porto. 

 

A empresa dinamarquesa e a Eon não são as únicas a apostarem na construção de redes de carregamento na Europa. Com as construtoras automóveis a apostarem cada vez mais em novos modelos com carros eléctricos, são as próprias fabricantes que também estão a apostar em redes de abastecimento. A Volkswagen AG, BMW e a Mercedes-Benz juntaram-se para criar uma rede com 400 pontos de abastecimento. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 1 semana

Acelerem la isso para tirar o folgo aos petroleiros que ao que parece ja entraram novamente no elevador.Comprei no mes passado um carro novo com a intencao de o mandar para portugal,burrice minha em nao o ter comprado electrico.

pub