Energia REN aumenta capital em 250 milhões para financiar compra de activos de gás à EDP

REN aumenta capital em 250 milhões para financiar compra de activos de gás à EDP

A REN chegou a acordo para comprar a infra-estrutura de gás natural que a EDP detém por um valor de aquisição de 500 milhões de euros. Vai financiar a compra com aumento de capital e linha de crédito.
REN aumenta capital em 250 milhões para financiar compra de activos de gás à EDP
Miguel Baltazar
Alexandra Machado 07 de abril de 2017 às 18:09
A REN vai adquirir a actividade de distribuição de gás natural da EDP, uma operação que avalia a EDP Gás em mais de 500 milhões de euros. A parte de comercialização, ou seja junto dos clientes finais, de gás natural ficará na EDP.

Para financiar a operação, o conselho de administração da REN "aprovou" o recurso a linhas de crédito e um "aumento de capital social da REN por novas entradas em dinheiro, sujeitos à aprovação dos órgãos sociais competentes da REN", de acordo com comunicado emitido pela REN.

O aumento de capital, a realizar mediante oferta pública de subscrição, é de até 250 milhões de euros "e espera-se que seja totalmente objecto de contrato de 'underwriting' a celebrar com Banco Santander, CaixaBI e JP Morgan".

A EDP Gás detém, segundo o comunicado, "a segunda maior rede de distribuição de gás em Portugal", com 4.640 quilómetros e uma base de activos regulados de cerca de 451,6 milhões de euros. O EBITDA em 2016 foi de 48,5 milhões. "O preço oferecido corresponde a um 'enterprise value' de 532,4 milhões".

A EDP Gás detém a concessão para a distribuição de gás no noroeste de Portugal, mais conhecida como sendo a Portgás, cobrindo 29 municípios nos distritos do Porto, Braga e Viana do Castelo, totalizando 339 mil pontos de abastecimento.

Este acordo era, de alguma forma esperado, depois de António Mexia ter informado que estava em processo de venda da Portgás, operação que lhe podia valer 500 milhões de euros. A EDP no mês de Março já tinha comunicado a venda de outra empresa, a espanhola Naturgas, que também tinha a parte de distribuição de gás em Espanha, mas manteve nesse país a comercialização. A venda da Naturgas rendeu 2,5 mil milhões de euros, encaixe que permitiu financiar a oferta pública de aquisição que a EDP lançou sobre a EDP Renováveis.

(Notícia actualizada com mais informações)



A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado saraiva14 07.04.2017

Eu estava surpreendido com o aumento do preço das acções da REN! Não compreendia o porquê da coisa! Agora fiquei a saber! Mas continuo sem perceber por que as fizeram subir! Na minha lógica fazia mais sentido que tivessem descido!

comentários mais recentes
Anónimo 09.04.2017

É necessário que o aumento seja aprovado em assembleia geral. E ainda não foi. E pode não ser. Compete aos accionistas votar contra

Investidor 09.04.2017

A REN tem dos maiores dividend yields do PSI20. Entregar dinheiro aos acionistas para depois o pedir de volta? Eu sei que não há muito para fazer na REN (a empresa mais aborrecida do PSI20 - o que nem é mau), e é preciso justificar o salário absurdo do CEO, mas para fazer isto bastava 1 contabilista

Anónimo 09.04.2017

Pura engenharia financeira. Descapitalizam a empresa através dos dividendos e dos ordenados chorudos e depois circulam negócios entre empresas chinesas (EDP/REN) à custa de empréstimos e de um aumento de capital (que flui a posição de quem não acompanha). E A REN FICA AINDA MAIS ENDIVIDADA.

pertinaz 08.04.2017

UI... BARALHA E VOLTA A DAR ... MAU SINAL ...!

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub