Empresas REN aumenta financiamento junto do China Development Bank

REN aumenta financiamento junto do China Development Bank

A gestora das redes energéticas obteve um crédito de 150 milhões de euros junto do China Development Bank. O objectivo é refinanciar dívida de curto prazo.
REN aumenta financiamento junto do China Development Bank
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 01 de novembro de 2017 às 18:08

A REN Finance B.V., subsidiária totalmente detida pela REN, celebrou ontem com o CDB – China Development Bank um contrato de financiamento com uma maturidade de sete anos, anunciou a empresa liderada por Rodrigo Costa em comunicado à CMVM.

 

O valor do contrato de financiamento é de 150 milhões de euros, destinando-se a refinanciamento de dívida de curto prazo, acrescenta o documento.

 

As acções da REN encerraram a sessão desta quarta-feira a somar 0,18% para 2,732 euros.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
General Ciresp Há 2 semanas

Ja esta entranhado no corpo.Se os portugas forem saudaveis nas financas sao doentes do corpo.Tem gracas que anda tudo atraz das offshores,nestes casos e muito melhor que as offshoes.Veja-se quanto a dolorosa cx de depenados interna/paga por 500.000.000 de euros,ha quem chame a isto 1 achado,q achado

Só financiamentos Há 2 semanas

EDP , vai financiar-se em 3.300 milhões, a Ren , em 150 milhões, e assim vai as nossas Empresas, o que é que fazem aos lucros,? o mais caricato é que a Ren vai financiar-se a um acionista, que por sua vez recebe juros desse financiamento, mais os dividendos, os chinocas não são burros.

pub