Automóvel Renault reforça liderança e marcas de luxo disparam vendas

Renault reforça liderança e marcas de luxo disparam vendas

A Renault reforçou a liderança nas vendas de automóveis em Portugal nos primeiros cinco meses do ano, período em que as marcas de luxo foram as que mais cresceram.
Renault reforça liderança e marcas de luxo disparam vendas
Nuno Carregueiro 02 de junho de 2017 às 10:54

As vendas de automóveis novos em Portugal aumentaram 13,5% para 27.171 unidades no mês de Maio, de acordo com os dados da ACAP revelados esta quinta-feira, 1 de Junho. Uma subida que surge depois do aumento de 17,9% em Abril e da queda de 2,2% em Março.

 

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, as vendas do mercado automóvel em Portugal aumentaram 7,8% para 119.291 novos veículos.

 

A Renault vendeu 3.494 unidades no último mês do ano, um crescimento homólogo de 31,5%. No acumulado do ano a Renault aumentou as vendas em 27,9%, reforçando a sua quota de mercado para 14,26%, bem acima dos 11,98% registados no mesmo período do ano passado.

 

A Peugeot mantém o segundo lugar, tendo também aumentado a quota de mercado para 9,93%. Em sentido inverso, a Volkswagen viu as vendas baixarem 2,7% no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, o que originou uma queda da quota para 7,79%.

 
A Volkswagen continua a perder quota de mercado, num movimento que se regista desde que estalou o escândalo da manipulação das emissões de poluentes. Há um ano, a Volkswagen tinha uma quota de mercado superior a 8,5%. 

A fabricante alemã tem agora outra marca do mesmo país mais perto, já que a Mercedes aumentou as vendas em 4,8% e reforçou a quota para 7,10%. A BMW e a Fiat surgem na cada dos 6%, enquanto a Opel e Nissan estão ligeiramente abaixo.


Entre as marcas que mais estão a aumentar as vendas este ano destacam-se as de luxo. A Porsche vendeu 95 unidades nos primeiros cinco meses do ano, o que representa um crescimento de 79,2%. A Maserati cresceu 82,4% (31 unidades), a Ferrari 42,9% (10 unidades) e Aston Martin 125% (9 unidades).




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub