Banca & Finanças Rescisões na CGD geram 200 candidaturas e 15 saídas
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Rescisões na CGD geram 200 candidaturas e 15 saídas

Mais de 200 trabalhadores da Caixa candidataram-se ao plano de rescisões amigáveis, mas só há acordo com 15. Esta quarta-feira a CGD começa a contactar bancários que gostava que saíssem. Sindicatos dizem que só no final do ano se pode fazer o balanço do corte de pessoal.
Rescisões na CGD geram 200 candidaturas e 15 saídas
Miguel Baltazar
Maria João Gago 26 de setembro de 2017 às 23:08

O programa de rescisões voluntárias da Caixa Geral de Depósitos (CGD) teve a adesão de mais de 200 trabalhadores, mas apenas 15 bancários já chegaram a acordo para cessar o contrato com a instituiçã)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado RE: 19 chulos 27.09.2017

Ser chulo é a segunda profissão mais antiga do mundo e em qualquer regime, em qualquer tempo, no passado ou no futuro, sempre haverá chulos assumidos ou clandestinos(chulecos).É de tentar combatê-los, mas eles ressuscitam e voltam sempre sob múltiplos disfarces. Sendo uma praga inevitável, o que se deverá fazer é exigir que ao menos sejam minimamente úteis para quem tem o Karma de os ter de sustentar. Aí é que eficazes supervisores podem ser muito úteis, antes de mais evitando acolhê-los no seu seio e por eles serem infiltrados e contaminados; depois constituindo a primeira linha de defesa dos interesses daqueles que, para sua desgraça, estão condenados a sustentá-los; finalmente não protegendo a classe em questão(sob desculpa de serem o que são) das preocupações de avaliação meritocrática a que mesmo os mais míseros metecos da antiga Atenas estavam sujeitos.

comentários mais recentes
Anónimo 27.09.2017

Tanta pressão (e publicidade) para os trabalhadores aderirem, mas quando aderimos não nos querem deixar ir embora porque "fazemos falta"... Então mas este programa de rescisões é para levar a sério ou não??

fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos 27.09.2017

A CAIXA-CGD É AUTENTICO REFORMATORIO PARA DAR MILHÕES A EX-GOVERNANTES E TRABALHADORES

OS TUGAS PAGAM...

RE: 19 chulos 27.09.2017

Ser chulo é a segunda profissão mais antiga do mundo e em qualquer regime, em qualquer tempo, no passado ou no futuro, sempre haverá chulos assumidos ou clandestinos(chulecos).É de tentar combatê-los, mas eles ressuscitam e voltam sempre sob múltiplos disfarces. Sendo uma praga inevitável, o que se deverá fazer é exigir que ao menos sejam minimamente úteis para quem tem o Karma de os ter de sustentar. Aí é que eficazes supervisores podem ser muito úteis, antes de mais evitando acolhê-los no seu seio e por eles serem infiltrados e contaminados; depois constituindo a primeira linha de defesa dos interesses daqueles que, para sua desgraça, estão condenados a sustentá-los; finalmente não protegendo a classe em questão(sob desculpa de serem o que são) das preocupações de avaliação meritocrática a que mesmo os mais míseros metecos da antiga Atenas estavam sujeitos.

19 chulos 26.09.2017

do contribuinte a chularem balúrdios

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub