Empresas Rolls-Royce com prejuízos de 4,6 mil milhões de libras em 2016

Rolls-Royce com prejuízos de 4,6 mil milhões de libras em 2016

A fabricante britânica teve perdas de 4,6 mil milhões de libras devido ao pagamento de uma multa para encerrar o processo judicial no âmbito de um escândalo de corrupção e à desvalorização da libra.
Rolls-Royce com prejuízos de 4,6 mil milhões de libras em 2016
Bloomberg
Negócios 14 de fevereiro de 2017 às 12:36

A Rolls-Royce fechou 2016 com resultados negativos de 4,6 mil milhões de libras (5,4 mil milhões de euros à cotação actual) devido ao impacto da depreciação da divisa britânica que provocou uma perda em derivados financeiros de 4,4 mil milhões de libras (5,1 mil milhões de euros). Perda a que se junta uma multa de 700 milhões de libras (823 milhões de euros) para encerrar investigações relacionadas com suspeitas de corrupção relacionadas com alegados pagamentos de subornos para garantir contratos em alguns países.

Excluindo estes factores o lucro seria de 813 milhões de libras (956 milhões de euros), menos 49% que em 2015, de acordo com as contas apresentadas esta terça-feira, 14 de Fevereiro, pela fabricante de motores para aviões.

Já as receitas subiram 9% para 14,9 mil milhões de libras (17,5 mil milhões de euros).

Face aos resultados, a empresa anunciou que vai continuar a reestruturação e o plano de cortes de custos.

O presidente executivo da Rolls-Royce, Warren East, contratado em 2015 para iniciar o plano de reestruturação, adiantou que o portfólio de negócios era "amplamente correto", mas precisava rever 20% das operações. Citado pela Reuters acrescentou ainda que vai decidir as futuras acções nos próximos meses.

Quanto ao desempenho para este ano, a Rolls-Royce espera "modestas melhorias". Como Warren East explicou, "embora tenhamos feito um bom progresso nos programas de corte de custos e eficiência, é preciso fazer mais para impulsionar melhorias da margem sustentável dentro do negócio".

A cotação das acções do fabricante britânico - que recuam 1,96% para 7,25 libras - é das que mais está a condicionar o Stoxx 600, o principal índice accionista europeu, que permanece em queda apesar da recuperação da maior parte das bolsas do Velho Continente. 


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub