Media Rosa Cullell quer ficar e Altice quer que CEO da Media Capital fique

Rosa Cullell quer ficar e Altice quer que CEO da Media Capital fique

Um desejo e uma aceitação. Foi assim que na conferência de imprensa Rosa Cullell disse que queria ficar na Media Capital e que a Altice disse querer que a CEO fique.
Rosa Cullell quer ficar e Altice quer que CEO da Media Capital fique
Miguel Baltazar
Alexandra Machado 14 de julho de 2017 às 13:11

"Espero estar na Media Capital com a minha equipa. É a minha intenção", declarou Rosa Cullell, presidente da Media Capital, quando questionada se ficaria na empresa, depois da Altice concretizar a compra.

"A minha intenção é ficar em Portugal e em Lisboa. E na Media Capital com a minha equipa", declarou.

Rosa Cullell chegou já decorria a conferência de imprensa da Altice para anunciar o acordo com a Prisa para comprar a Media Capital. Elogiou o negócio e admitiu que queria ficar.

A palavra, depois, coube ao que irá ser o seu novo patrão. Michel Combes, CEO do grupo Altice, respondeu: 

"sim, esperamos que a Rosa Cullell fique". 

No final da conferência, Rosa Cullell voltou a reafirmar que a compra pela Altice poderá até dar à Media Capital uma "oportunidade que se calhar não tínhamos antes". 

Já na conferência de imprensa, Michel Combes elogiou a gestão da Media Capital, dizendo que a empresa é bem gerida e que as sinergias que vê são mais do lado das receitas. 

Questionado sobre eventuais saídas de trabalhadores da Media Capital, depois de adquirida pela Altice, Michel Combes garantiu: "
não estamos a despedir na PT. Não há intenção de despedir, como disse é uma plataforma muito bem gerida, ajustada ao mercado".

 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 14.07.2017

"O balão de ensaio" da Altice na PT, será a proverbial "ponta do iceberg".
Se a metodologia fizer "escola", teremos vagas de "despedimentos colectivos (a prazo)" neste país.
Os custos sociais e económicos recairão sobre o estado (contribuintes).
http://www.peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT86209

"não estamos a despedir na PT" 14.07.2017

Estamos apenas a realocar trabalhadores..., ou melhor, colaboradores, como agora se diz. A Altice não é o BES, está lá para fazer dinheiro, não para dar emprego a familiares e negociatas que favoreçam os acionistas. Temos pena.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub