Aviação Ryanair aumenta lucros e recompra acções

Ryanair aumenta lucros e recompra acções

O Brexit continua a ter impacto nas contas da companhia “low cost” irlandesa. Todavia, os lucros aumentaram 7% no primeiro semestre do ano fiscal que terminará em Março de 2017.
Ryanair aumenta lucros e recompra acções
Bloomberg
Wilson Ledo 07 de Novembro de 2016 às 09:38

A companhia "low cost" Ryanair viu os seus lucros subir 7% no segundo semestre do seu ano fiscal. Entre Abril e Setembro, a transportadora irlandesa fechou o indicador nos 1,17 mil milhões de euros.

A Ryanair reforça o seu objectivo de transportar 118 milhões de passageiros até Março, tendo já vendido 65 milhões desse total na primeira metade do ano fiscal. A meta é de estar nos 200 milhões de passageiros anuais até Março de 2024.


A companhia liderada por Michael O’Leary já tinha reduzido a sua perspectiva de lucro neste ano fiscal em 5%, ficando-se entre os 1,3 e os 1,35 milhões de euros. O valor ficará, ainda assim, acima dos 1,2 mil milhões registados em termos homólogos.


A Ryanair lançou, até Fevereiro de 2017, um programa de recompra de acções para mitigar os efeitos do Brexit – processo de saída do Reino Unido da União Europeia – e assim alavancar a confiança dos investidores. O programa poderá chegar aos 550 milhões de euros.


Na última semana, a transportadora irlandesa anunciou a abertura de uma nova base em Frankfurt, Alemanha.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub