Tecnologias Samsung garante que a linha S7 é segura

Samsung garante que a linha S7 é segura

A empresa tecnológica afirmou em comunicado que os restantes produtos S7 são seguros e não contêm o mesmo problema verificado no modelo Galaxy Note 7.
Samsung garante que a linha S7 é segura
REUTERS
Negócios 21 de Novembro de 2016 às 12:40

Num comunicado publicado esta segunda-feira, 21 de Novembro, a Samsung nega que os produtos da linha Galaxy S7 estão afectados com os mesmos problemas na bateria reportados no Galaxy Note 7, avança a Techcrunch.

 

"Não foram confirmados casos de falhas na bateria interna entre estes produtos (da família Galaxy S7), entre os mais de 10 milhões de equipamentos utilizados pelos consumidores nos Estados Unidos", pode ler-se no comunicado. A empresa tecnológica avança ainda que, apesar de terem sido confirmadas algumas situações, é impossível determinar a sua verdadeira causa.

 

A Techcrunch afirma que, para além dos incidentes que envolveram o Note 7, têm ocorrido várias situações de combustão de baterias relacionadas com outros dispositivos da mesma linha. A mesma fonte sublinha ocorrências com um paramédico, uma mãe na Austrália e mesmo um repórter de tecnologia que viram os seus Galaxy S7 e Galaxy S7 Active a libertar fumo.

 

A devolução em massa do Samsung Galaxy Note 7 levou à perda de milhões de dólares da empresa sul-coreana, conforme o Negócios noticiou no passado mês de Outubro.

(Correcção: Os problemas foram detectados no Note 7 e não no NoteS7)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub