Tecnologias Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7

Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7

A subsidiária portuguesa anunciou esta quarta-feira as soluções para os clientes que já tinham comprado ou pré-encomendado um Galaxy Note 7.
Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7
DR Samsung
Sara Ribeiro 12 de outubro de 2016 às 17:15

A Samsung divulgou esta quarta-feira, 12 de Outubro, um novo aviso de segurança para os clientes finais com equipamentos Samsung Galaxy Note7 em Portugal, quer os iniciais como os substitutos .

 

De acordo com um comunicado enviado pela Samsung Portugal, o qual começa por sublinhar que a "Samsung pede desculpa pelo inconveniente", todos os clientes finais deverão "logo que possível", "deixar de utilizar estes produtos, guardar os seus dados (fazendo uma cópia de segurança) e desligá-los".

 

De seguida, segundo o pedido da Samsung, devem entregar o dispositivo na loja onde o tenham adquirindo, tendo duas soluções. A primeira passa por "adquirir um outro produto Samsung (designadamente, o Samsung Galaxy S7 ou S7 Edge), e receber a devolução do valor da diferença (na sequência da resolução do contrato de compra e venda do Note7), nos termos das condições aplicáveis na loja em questão", sublinha a empresa.

 

A segunda hipótese é "receber o valor da compra (na sequência da resolução do contrato de compra e venda do Note7).

 

Como Nuno Parreira, director de Telecomunicações da Samsung Portugal, explica no mesmo comunicado "a nossa prioridade absoluta é a segurança dos nossos clientes – é por isso que estamos a pedir a todos os utilizadores do Note7 para deixarem de utilizar os seus equipamentos, guardarem todos os seus dados e desligarem-nos. A todos os nossos clientes com Note7, lamentamos profundamente não ter conseguido atingir o standard altíssimo que esperam da Samsung".

 

O responsável aproveita ainda para agradecer "a paciência durante este processo" e, mais uma vez, "pedimos desculpa pelos inconvenientes causados. Mantemo-nos focados na colaboração com as entidades reguladoras, com o objectivo de darmos todos os passos necessários para resolver a situação", explica Nuno Parreira.

 

"De momento", continua, "a nossa atenção está em receber todos os equipamentos Note7 da forma mais rápida e eficiente possível, para que consigamos minimizar qualquer risco para os consumidores. Em caso de dúvidas, por favor contactem-nos para a Linha Azul da Samsung e teremos todo o gosto em ajudar todos os nossos clientes", conclui.

 

Na terça-feira, 11 de Outubro, a Samsung anunciou que ia suspender de forma permanente a produção dos Galaxy Note 7 na sequência dos incidentes que ocorreram com algumas das baterias do dispositivo.


A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Standard altíssimo 12.10.2016

Standard altíssimo era se esperasse que tirasse cafés e imprimisse dinheiro.

As minhas espetativas eram mais comedidas, do estilo ERPERAR QUE NÃO EXPLODISSEM.

Damy D'Álmeida 12.10.2016

Grande treta ...

Anónimo 12.10.2016

Sera isto uma maneira de fazer reclame da marca sem pagar um tostao para tal?Quem ve quer ver.

Anónimo 12.10.2016


PS . BE . PCP - ESTRAGAM A VIDA A 9 MILHÕES DE PORTUGUESES

Para dar mais dinheiro e privilégios a 1 milhão de FP e seus pensionistas.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub