Tecnologias Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7

Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7

A subsidiária portuguesa anunciou esta quarta-feira as soluções para os clientes que já tinham comprado ou pré-encomendado um Galaxy Note 7.
Samsung Portugal propõe duas alternativas para os clientes com Note7
DR Samsung
Sara Ribeiro 12 de Outubro de 2016 às 17:15

A Samsung divulgou esta quarta-feira, 12 de Outubro, um novo aviso de segurança para os clientes finais com equipamentos Samsung Galaxy Note7 em Portugal, quer os iniciais como os substitutos .

 

De acordo com um comunicado enviado pela Samsung Portugal, o qual começa por sublinhar que a "Samsung pede desculpa pelo inconveniente", todos os clientes finais deverão "logo que possível", "deixar de utilizar estes produtos, guardar os seus dados (fazendo uma cópia de segurança) e desligá-los".

 

De seguida, segundo o pedido da Samsung, devem entregar o dispositivo na loja onde o tenham adquirindo, tendo duas soluções. A primeira passa por "adquirir um outro produto Samsung (designadamente, o Samsung Galaxy S7 ou S7 Edge), e receber a devolução do valor da diferença (na sequência da resolução do contrato de compra e venda do Note7), nos termos das condições aplicáveis na loja em questão", sublinha a empresa.

 

A segunda hipótese é "receber o valor da compra (na sequência da resolução do contrato de compra e venda do Note7).

 

Como Nuno Parreira, director de Telecomunicações da Samsung Portugal, explica no mesmo comunicado "a nossa prioridade absoluta é a segurança dos nossos clientes – é por isso que estamos a pedir a todos os utilizadores do Note7 para deixarem de utilizar os seus equipamentos, guardarem todos os seus dados e desligarem-nos. A todos os nossos clientes com Note7, lamentamos profundamente não ter conseguido atingir o standard altíssimo que esperam da Samsung".

 

O responsável aproveita ainda para agradecer "a paciência durante este processo" e, mais uma vez, "pedimos desculpa pelos inconvenientes causados. Mantemo-nos focados na colaboração com as entidades reguladoras, com o objectivo de darmos todos os passos necessários para resolver a situação", explica Nuno Parreira.

 

"De momento", continua, "a nossa atenção está em receber todos os equipamentos Note7 da forma mais rápida e eficiente possível, para que consigamos minimizar qualquer risco para os consumidores. Em caso de dúvidas, por favor contactem-nos para a Linha Azul da Samsung e teremos todo o gosto em ajudar todos os nossos clientes", conclui.

 

Na terça-feira, 11 de Outubro, a Samsung anunciou que ia suspender de forma permanente a produção dos Galaxy Note 7 na sequência dos incidentes que ocorreram com algumas das baterias do dispositivo.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Standard altíssimo Há 3 semanas

Standard altíssimo era se esperasse que tirasse cafés e imprimisse dinheiro.

As minhas espetativas eram mais comedidas, do estilo ERPERAR QUE NÃO EXPLODISSEM.

Damy D'Álmeida Há 3 semanas

Grande treta ...

Anónimo Há 3 semanas

Sera isto uma maneira de fazer reclame da marca sem pagar um tostao para tal?Quem ve quer ver.

Anónimo Há 3 semanas


PS . BE . PCP - ESTRAGAM A VIDA A 9 MILHÕES DE PORTUGUESES

Para dar mais dinheiro e privilégios a 1 milhão de FP e seus pensionistas.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub