Turismo & Lazer Sana investe 16 milhões em novo projecto à beira Tejo

Sana investe 16 milhões em novo projecto à beira Tejo

O SUD Lisboa alia gastronomia e eventos, no lugar onde outrora se ergueram o Piazza Di Mare e o BBC. As obras chegaram a estar embargadas mas as portas abrem a 11 de Julho.
Sana investe 16 milhões em novo projecto à beira Tejo
Wilson Ledo 04 de julho de 2017 às 13:42

O grupo Azinor, dono dos hotéis Sana, investiu 16 milhões de euros no seu novo projecto na zona ribeirinha de Lisboa, em Belém.

Os antigos edifícios do Piazza Di Mare e do BBC vão dar lugar ao SUD Lisboa. Num deles funcionará um espaço de restauração, de seu nome Terrazza, e no outro uma área para eventos com dois pisos e capacidade para acolher 1.500 pessoas, o Hall.


A inauguração do projecto, que criará cerca de 120 postos de trabalho, está marcada para o dia 11 de Julho. O investimento acabou por ficar dois milhões de euros acima do previsto em Janeiro de 2016.


Numa entrevista ao Negócios, o administrador Carlos Silva Neves apontava a abertura do SUD Lisboa ainda para o primeiro semestre daquele ano. Contudo, essa etapa só se dará um ano depois.


Nesse mesmo mês, a Câmara Municipal de Lisboa decidiu embargar as obras por ter encontrado diferenças entre o projecto aprovado e a empreitada que estava em curso.


Segundo o vereador Manuel Salgado, na altura, o projecto estabelecia uma altura máxima de 10 metros e "constatou-se que um dos edifícios que devia respeitá-lo" estava "com 10,4 metros".




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
ponham foto antes e depois 17.07.2017

Ponham uma foto do antes e do depois e veem logo o que é corrupção; ponham a área construida ( sem esplanadas) antes e depois e veem logo o que é corrupção . . . e veem o corrupto do "arquiteto" da CML dizer que é uma questão de 40 cm de altura . . . o imbecil toma-nos por mentecaptos . . .

A corrupção no seu melhor 17.07.2017

Só não vê quem não quer ! ! !

Corrupção no seu melhor 17.07.2017

A construção foi embargada pela CMl mais de um ano, mas tudo se resolve e se ultrapassa, ( não explicam é como e porquê), aumentou em mais de um piso em altura, ocupou mais de 20 m na direção do rio, isto tudo num sítio onde os terrenos não podem ser privados - : é leito de cheia.

Anónimo 04.07.2017

Vergonha total este projecto símbolo da corrupção que se vive no País e em Lisboa. Uma suposta remodelação que acaba com dois monos gigantes, que claramente invadiram espaço público e subiram muito para além do que lá estava. Como tudo se passa e o povo assobia feliz e contente, a corrupção vencerá.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub