Agricultura e Pescas Sardinha: ambientalistas defendem que pesca deve reorientar-se para outras espécies

Sardinha: ambientalistas defendem que pesca deve reorientar-se para outras espécies

A PONG-Pesca pede ao Governo que siga recomendação científica e apela a que as frotas pesqueiras reorientem o seu esforço para outras espécies menos ameaçadas do que a sardinha.
Sardinha: ambientalistas defendem que pesca deve reorientar-se para outras espécies
Pedro Noel da Luz/Correio da Manhã
Manuel Esteves 20 de outubro de 2017 às 16:16
Cumprir as recomendações científicas suspendendo a pescaria de sardinha e reorientar o esforço das frotas pesqueiras para outras espécies de modo a minorar o impacto financeiro resultante do fim da pesca daquela espécie. É deste modo que se pode resumir a posição assumida pela PONG-Pesca, uma plataforma que reúne as ONG portuguesas nos assuntos relacionados com as pescas. 

A "PONG-Pesca apela ao governo que siga as recomendações científicas, articulando as medidas de recuperação e gestão com Espanha", defende esta organização em comunicado de imprensa. O ICES (organismo que aconselha a Comissão Europeia sobre estas matérias) divulgou esta sexta-feira um parecer onde se recomenda a suspensão total da pesca de sardinha em 2018, justificada pela queda continuada do stock desta espécie nos mares da Península Ibérica. 

Para os ambientalistas, as alternativas "podem passar, por exemplo, por redireccionar o esforço de pesca da frota para outras espécies", tais como a cavala e o biqueirão. Porém, a PONG-Pesca lembra ainda que é necessário prosseguir a investigação em biologia pesqueira e avaliação de stock, não só para acompanhar a situação da sardinha, mas também "para podermos com confiança pescar outras espécies, como a cavala e o biqueirão, sem correr os riscos de os esgotar", alerta Gonçalo Carvalho, coordenador desta organização. 

"Outras soluções", lembra a PONG-Pesca, "podem passar pela valorização de outras espécies e pela diversificação da actividade das embarcações e dos profissionais da pesca, como o turismo ou outras pescarias".



Saber mais e Alertas
pub